top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Zahil 37 anos - Campinas

Comemorando 37 anos, a Zahil promove o evento “Zahil 37 anos”, no próximo dia 28 de junho (quarta-feira), na cidade de Campinas, no Vitória Hotel Concept.



A importadora apresentará cerca de 35 produtores de seu portfólio, além de degustações de mais de 140 vinhos e contará com a presença de produtores renomados, como Herdade do Peso, La Rioja Alta, Casa Ferreirinha, Château Los Boldos, Rutini, Delaunay, Durbanville Hills e Valdespino. Ótima oportunidade para os convidados provarem inúmeros vinhos e trocarem experiências diretamente com representantes de cada vinícola.  


Um dos destaques são as masterclasses de 1h que acontecem simultaneamente à prova livre no salão principal. 


Serão duas masterclasses: “Vinhos do Rhône” ministrada pelo jornalista e crítico de vinhos, Jorge Lucki, e a “Vinhos emblemáticos La Rioja Alta”, com Guilhermo de Aranzabal Bittner, diretor geral do grupo La Rioja Alta. 


O objetivo é comemorar junto aos clientes e amigos, toda a trajetória de dedicação e trabalho da Zahil no mercado de vinhos. Sempre primando pela qualidade e a cuidadosa seleção de nomes de peso que representam as principais regiões produtoras e estilos de vinhos ao redor do mundo. 


Serviços: 


Data: 28 de junho (quarta-feira) 

Local: Vitória Hotel Concept (av. José de Sousa Campos, 425, Nova Campinas)  

Horários: das 15h às 18h (imprensa e profissionais). Das 18h às 21h (consumidores)  

MasterClass Vinhos do Rhône, das 19h às 20 e  

MasterClass Grupo La Rioja Alta, das 20h30 às 21h30  


R$350, com acesso à degustação 37 Anos, sendo R$120 do valor revertidos em compras na Zahil Campinas.


Vendas: Sympla  



Conheça algumas das vinícolas que estarão no Zahil 37 Anos: 


Casa Ferreirinha (Douro, Portugal). A marca pioneira e líder nos vinhos não fortificados do Douro, com mais de 250 anos de história é conhecida pela excelência de seus vinhos que são referência no mundo. 


La Rioja Alta (Rioja, Espanha). La Rioja Alta S.A. nasceu em 1890 com a associação de cinco famílias de viticultores que queriam focar sua atenção e trabalho em produzir vinhos de grande qualidade.  


Herdade do Peso (Alentejo, Portugal). É a marca que revitaliza a essência do Alentejo mais profundo, trazida à superfície pela ciência, saber e paixão de uma dedicada equipe de enologia da Sogrape.  


Rutini (Mendoza, Argentina). Fundada em 1885 por Felipe Rutini, a Rutini Wines, juntamente com outras poucas vinícolas, representa a tradição enológica da Argentina.  


Château Kefraya (Líbano). A importadora não poderia deixar de trazer aos brasileiros um clássico do Líbano. O Château Kefraya que apresenta toda a qualidade e complexidade de aromas do terroir da região. 


Uggiano (Toscana, Itália). Nascida no início da década de 1970 entre Florença e Empolil, no coração do Chianti, a vinícola Uggiano é fruto do sonho de amigos apaixonados pelo vinho toscano. Seus 100 hectares de vinhedos produzem vinhos típicos da região.  


Perelada (Espanha). Além dos excelentes vinhos, a Perelada apresenta uma das experiências mais completas, chiques e sustentáveis do enoturismo. Uma das marcas mais antigas no portfólio da Zahil. 


Cantolio (Itália). A Cantolio nasceu na década de 1960, quando muitas mudanças estavam em curso no mundo do vinho, o que permitiu a elaboração de vinhos modernos, limpos, cada vez mais representativos de lugares e variedades. 


Abbotts & Delaunay (França). Especializada em vinhos de alta qualidade na região do Languedoc, Sul da França, a Abbotts & Delaunay é uma vinícola butique que une a paixão de sua fundadora, a australiana Nerida Abbott, com a do seu atual proprietário, o produtor borgonhês Laurent Delaunay. 


Nicosi (Itália). Cinco gerações da família Nicosia levam adiante a paixão pelos vinhos em uma das mais incríveis regiões vinícolas do mundo: a área ao redor do Etna, vulcão ativo na costa leste da Sicília.  


José Estevez (Espanha).  O Grupo Estévez é uma das maiores referências em vinhos espanhóis, responsável por algumas das marcas mais importantes de jerez. Suas diferentes soleras produzem todos os estilos da região, sempre com qualidade impressionante.  


Marques de Real (Espanha). Foi com Marqués del Real Tesoro que José Estevez deu início a seu projeto vinícola na década de 1980. Bodega de origem nobre, produz vinhos de estilos variados, com algumas das mais célebres marcas da Espanha.  


Valdespino (Jerez, Espanha). Documentos comprovam atividades vitivinícolas da família Valdespino desde a Idade Média, com atividades comerciais registradas a partir do século XV e a fundação da companhia em 1875. 


Cantarutti (Itália). A Cantarutti foi fundada por Alfieri Cantarutti no final da década de 1960, justamente quando estava começando a ser introduzido no Friuli o conceito de controle de temperatura na fermentação de uvas brancas. 


La Guita (Espanha). La Guita, incorporada ao Grupo Estevez em 2007, é uma bodega de um vinho só, produzido a partir do vinhedo de maior qualidade de Sanlucar de Barrameda, o pago de Miraflores. 


Château Los Boldos. Localizada na região do Vale do Cachapoal, o Château Los Boldos, que pertence à Sogrape, o mais importante grupo vitivinícola português, mescla o vigor e a grandeza dos Andes com a elegância e dedicação do legado europeu. 


Durbanville Hills (África do Sul). O país une tradição e vanguarda na produção de vinhos, num local de paisagem única como a vista da Mesa da Montanha, marco da Cidade do Cabo. 


Foto: divulgação

Comments


bottom of page