top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Volta às aulas: como preparar uma lancheira nutritiva e saborosa

A nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, dá dicas de lanches para deixar as crianças bem alimentadas e hidratadas na escola 


Com o retorno às aulas, a lancheira volta a fazer parte da rotina das crianças. Mas, o que preparar de lanche para fazer os pequenos retomarem a rotina também na alimentação? A nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, dá dicas de como organizar uma lancheira saudável e saborosa com diversificação no cardápio para deixá-las bem alimentadas e hidratadas na escola.“As crianças precisam de uma alimentação variada, que inclua alimentos frescos, sempre que possível, e de acordo com sua capacidade de mastigação e autonomia para se alimentar”, ensina Renata.


A nutricionista orienta que a lancheira ideal deve conter sempre um elemento de cada grupo:


Carboidrato – pão, torrada, tapioca, biscoito de arroz, bolo caseiro, chips de vegetais e frutas (batata, inhame, beterraba, maçã), pipoca de panela, pão de queijo caseiro, milho cozido ou algum cereal, como granola e aveia.


Proteína - queijo, leite, iogurte, patê caseiro de frango ou atum, ovinhos de codorna, ovo mexido, bolinhos com frango, carne ou ovo, snacks à base de grão-de-bico ou de lentilha.


Vegetal – uma porção de fruta - inteiras, como maçã, pera, goiaba, cereja, uvas, ou picadas, como abacaxi, melão, melancia, laranja em gomos, ou até mesmo tomatinhos cereja, palitinhos de cenoura, palitinhos de pepino.O ideal é seguir as preferências das crianças em pelo menos um item da lancheira, mas sempre priorizar opções nutritivas e variar os itens. “O paladar da criança é igual ao dos adultos que convivem com ela, então, se a alimentação da casa é adequada, a aceitação dos pequenos por alimentos nutritivos tende a ser boa”, afirma a especialista.


A nutricionista dá dicas para elaborar a lancheira que atraia o paladar da criança e seja saudável:


  •  Faça um cardápio com as opções que seu filho goste e que caibam no seu bolso e no seu tempo.

  • Organize de forma que as opções demorem para se repetir.

  • Prepare o mesmo alimento em formatos diferentes, como o corte das frutas

  • Use utensílios diferentes na lancheira. Os copos e potes incentivam muito as crianças a comerem, deixando as refeições mais divertidas.

  • Coloque as crianças para montar sua própria lancheira, nem que seja só para colocar os potes ou itens dentro da bolsa. A participação também ajuda muito na boa aceitação dos alimentos.


Renata frisa que uma garrafinha de água é item essencial para uma boa lancheira, e diz que água de coco pode ser uma alternativa para ajudar na hidratação, mas não substitui a água.


“É importante que a quantidade na lancheira esteja adequada para cada criança para que ela não coma de forma exagerada e perca o apetite para fazer a próxima refeição”, diz a especialista, que alerta: para que o lanche na escola não atrapalhe as refeições principais feitas em casa, é necessário que se tenha um intervalo de pelo menos duas a três horas entre o lanche e o almoço ou o jantar.


Cuidados básicos devem ser tomados com o armazenamento dos alimentos para que não estraguem até a hora do lanche. Lancheiras térmicas com gelos em gel para ajudar a manter a temperatura mais baixa são boas opções. Garrafas térmicas também podem ser utilizadas para os líquidos.


Alimentos caseiros e mais frescos, como bolos, tortas, sanduíches feitos em casa, com ingredientes mais naturais, são os mais indicados. As frutas picadas ou descascadas exigem mais cuidados em relação ao armazenamento. O ideal é não colocar na lancheira frutas que soltem muita água ou que estejam muito maduras.


Para as crianças menores de 2 anos, a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda vetar o consumo de ultraprocessados, principalmente os que contenham açúcar, pois nessa fase a influência da alimentação na formação do paladar é bem intensa. “A partir dessa idade, o ideal é ter equilíbrio e consumir no dia a dia os alimentos mais naturais, mas com possibilidade de abrir exceções em alguns momentos”, orienta a nutricionista.


Renata ensina 4 receitas para incrementar o cardápio da lancheira.



Panqueca de banana com cacau


1 ovo

2 colheres de sopa de aveia

1 banana amassada

1 colher de chá de cacau em pó


Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes e leve à frigideira, cozinhando bem dos dois lados.



Bolinho de cogumelo


2 ovos

2 colheres de sopa de aveia

2 colheres de sopa de goma de tapioca

1 xícara de chá de cogumelos picados

4 colheres de sopa de cenoura ralada

2 colheres de sopa de cheiro verde

2 colheres de sopa de parmesão ralado

Sal a gosto


Modo de preparo:


Misture os ovos, a aveia, a tapioca e o sal. Acomode em forminhas de cupcake, preenchendo até a metade. Misture os cogumelos picados, a cenoura e o cheiro verde. Complete o volume das forminhas de cupcake e finalize salpicando parmesão ralado. Leve ao forno até que fiquem bem assados (cerca de 15 a 20 minutos)



Muffin integral de banana com nibs de cacau


1 xícara de chá de farinha de aveia

1 xícara de chá de banana picada

½ xícara de chá de nibs (gotas) de cacau

2 colheres de sopa de manteiga

½ colher de chá de fermento químico

1 colher de sopa de fermento em pó

200ml de leite integral

2 ovos


Modo de preparo:


Em uma tigela, combine a farinha de aveia, a manteiga, o leite, o fermento, o ovo e misture tudo muito bem. Acrescente a banana picada (se desejar acrescente canela em pó). Despeje a massa em forminhas e finalize com os nibs de cacau por cima de cada bolinho. Leve para assar por cerca de 20 minutos em forno pré-aquecido a 180 graus.



Biscoito caseiro


1 ovo

1 xícara de chá de goma de tapioca

½ xícara de chá de inhame cozido e amassado

2 colheres de sopa de azeite

½ colher de café de sal


Modo de preparo:


Misture todos os ingredientes até formar uma massa pegajosa. Modele no formato desejado e leve para assar até dourar levemente. 


SOBRE O OBA HORTIFRUTI - 


A rede é referência em qualidade e variedade de produtos, e oferece diariamente um atendimento mais próximo, que prioriza o relacionamento com o cliente, garantindo o equilíbrio perfeito entre sabor e saúde para a vida das pessoas. Acredita que reunir a família e os amigos ao redor da mesa é um momento gostoso e saudável. Referência em saudabilidade e prazer em comer bem, o Oba é fonte para quem deseja manter uma boa alimentação.  Atualmente, a marca possui mais de 70 lojas espalhadas pelos Estados de São Paulo, Goiás e Distrito Federal.


 Siga o Oba Hortifruti





Fotos: divulgação

Comments


bottom of page