• Viviane Campos

VINDIMA 2022 Miolo registra mais uma safra lendária


Qualidade das uvas colhidas impressiona e projeta 3ª edição da série “Os Sete Lendários”. Volume deve chegar a 12 milhões de quilos de uvas em todos os vinhedos do Grupo


A Safra 2022 está chegando ao fim nas três unidades da Miolo Wine Group no Rio Grande do Sul. Mais uma vez, a empresa confirma a qualidade excepcional, repetindo a performance de 2018 e 2020, numa cronologia histórica e inédita. Agora, todo esforço se volta para o Vale do São Francisco (BA), com o início da colheita ainda em abril. Como lá acontecem dois ciclos por ano, a safra se estenderá até fevereiro de 2023. Esta grande operação envolve em torno de 500 colaboradores nas quatro unidades: Miolo (Vale dos Vinhedos), Seival (Candiota), Almadén (Santana do Livramento) e Terranova (Casa Nova).


Com frio intenso no inverno, uma primavera seca e um verão marcado por uma forte estiagem devido ao fenômeno La Niña, os vinhedos próprios na Miolo, Seival e Almadén puderam recarregar a energia necessária para sair de um sono profundo, brotar e florescer e, somente depois, amadurecer de forma homogênea e uniforme.

Para o diretor superintendente da Miolo Wine Group, Adriano Miolo, “viver uma safra espetacular sempre é muito gratificante, pois nos permite elaborar nossos melhores vinhos que são resultado da expertise dos nossos agrônomos e enólogos em sintonia com a natureza, que está nos brindando com três safras lendárias neste últimos cinco anos”, comemora.

Miolo – Vale dos Vinhedos

A vindima iniciou dia 6 de janeiro, estendendo-se até 22 de março, sendo uma das mais longas dos últimos anos. No Vale dos Vinhedos foram colhidos 700.000 kg de uvas.

O inverno da Safra 2022 teve 343 horas de frio, com temperatura igual ou inferior a 7,2°C, suficiente para conseguir uma brotação uniforme das videiras. A primavera foi seca, marcada pelo início do fenômeno La Niña, o que favoreceu uma boa floração com temperaturas amenas para o período. O verão foi marcado por uma forte estiagem a partir de dezembro, com dias muito quentes, propiciando uma maturação uniforme das uvas, mesmo nas variedades de ciclo mais longo. Já para as variedades precoces foi fundamental a precisa determinação do ponto de colheita. Este foi o principal desafio na qualidade dos vinhos base espumante.

Precipitação pluviométrica no período de colheita

Safra 2018

Safra 2020

Safra 2022

Total

215 mm

247 mm

150 mm

As variedades que mais se destacaram nesta safra foram: Chardonnay e Pinot Noir, que resultaram em excelentes vinhos base para espumante, além das tintas Merlot e Cabernet Sauvignon. Um fato extraordinário nesta safra foi a Cabernet Sauvignon ser colhida com 24° babo.

Seival – Campanha Meridional

A vindima iniciou dia 7 de janeiro, seguindo-se até 11 de março, com uvas sãs e em perfeito estado de maturação. No Seival foram colhidas 2.200.000 kg.

O inverno da Safra 2022 teve um número expressivo de horas de frio, com temperatura igual ou inferior a 7,2°C, superior a 450 horas, registrando valores similares a safra 2018 e 2020. Esse somatório foi suficiente para que todas as variedades, inclusive as mais exigentes, pudessem superar em sua totalidade o período de dormência. Na Safra 2022, estas horas de frio foram bem distribuídas nos meses de junho, julho e agosto. A brotação de todas as variedades teve início a partir da segunda semana de setembro, sem a ocorrência de geadas após o início das brotações.

A primavera foi marcada por temperaturas amenas, facilitando o manejo das plantas devido ao crescimento mais lento. Neste período, já se percebia os efeitos do La Niña, diminuindo o volume e a frequência das chuvas, favorecendo a floração e sanidade natural das uvas.

Com a chegada do verão a estiagem se intensificou. Os baixos volumes de precipitação nos meses da primavera, somados ao aumento significativo das temperaturas nos meses de dezembro e janeiro, fizeram a maturação evoluir rápido no início da colheita. Portanto, o clima da Safra 2022 foi o mais quente das três séries dos Lendários.

Precipitação pluviométrica no período de colheita

Safra 2018

Safra 2020

Safra 2022

Total

65 mm

125 mm

180 mm

É importante levar em consideração que as precipitações no verão ocorreram de forma bastante irregular, sendo que os meses de dezembro, janeiro e fevereiro foram de estiagem severa com uma onda de calor histórica. O mês de março voltou a ter chuvas regulares.

As variedades que mais se destacaram nesta safra foram: Chardonnay, Alvarinho, Pinot Noir, Touriga Nacional, Merlot e Tannat.

Almadén – Campanha Central

A vindima iniciou dia 14 de janeiro, finalizando dia 18 de março, com uvas sãs e em perfeito estado de maturação. Na Almadén, foram colhidos 5.400.000 kg de uva.

O inverno da Safra 2022 teve um número expressivo de horas de frio com temperatura igual ou inferior a 7,2°C, somando 500 horas, concentradas nos meses de julho e agosto, o que ocasionou uma brotação mais tardia. A primavera foi marcada por temperaturas amenas, ocasionando um crescimento mais lento, favorecendo o manejo adequado das videiras. Neste período, já se percebia os efeitos do La Niña, diminuindo o volume e a frequência das chuvas, favorecendo a floração e sanidade natural das uvas.

O verão se caracterizou por estiagem forte a partir de dezembro. Devido a textura arenosa da região, esta estiagem não prejudicou o desenvolvimento das parreiras, uniformizando a maturação das uvas e concentração de açúcares. Para ter esta safra excepcional vários fatores auxiliaram, desde o manejo do vinhedo até a melhoria na aplicação tecnologia na vinificação.

Precipitação pluviométrica no período de colheita

Safra 2018

Safra 2020

Safra 2022

Total

209 mm

199 mm

190 mm

As variedades que mais se destacaram nesta safra foram: Chardonnay, Gewurztraminer, Riesling, Pinotage, Tempranillo, Merlot, Cabernet Franc e Tannat.

Terranova – Vale do São Francisco

O Vale do São Francisco é uma região de clima tropical árido, com variabilidade de clima intra-anual, o que permite fazer dois ciclos por ano. Portanto, muito diferente do clima temperado encontrado na Região Sul. Tanto a poda quanto a colheita se dá praticamente durante todos os meses do ano. A Safra 2022 inicia agora em abril, estendendo-se até fevereiro de 2023.

Está previsto para esta safra, uma produção de 3.500.000 Kg.

Miolo Wine Group – Número totais Safra 2022

kg de uvas: 11.800.000kg

Funcionários envolvidos: 500 colaboradores

Garrafas: aproximadamente 16 milhões garrafas

· MIOLO - Vale dos Vinhedos (Bento Gonçalves – RS) – 700 mil quilos de uvas (100 ha)

· SEIVAL - Campanha Meridional (Candiota – RS) – 2,2 milhões de quilos de uvas (200 ha)

· ALMADÉN - Campanha Central – (Santana do Livramento – RS) – 5,4 milhões de quilos de uvas (450 ha)

· TERRANOVA - Vale do São Francisco (Casa Nova – BA) - Projeção de 3,5 milhões de quilos de uvas (200 ha)

Imagens: Divulgação Miolo