• Viviane Campos

Vinícola Arte Viva amplia portfólio com tintos da linha Elementar

Rótulos buscam inspiração em três elementos da natureza

Terra, água e ar inspiram os três novos rótulos que a Vinícola Arte Viva acaba de lançar, ampliando seu portfólio de vinhos e espumantes premium e super premium. Com uvas cultivadas no Vale dos Vinhedos e na Campanha Gaúcha, os varietais Elementar Merlot, Elementar Marselan e Elementar Tannat, todos da safra 2020, considerada por especialistas "a safra das safras", resultam do trabalho do enólogo Giovanni Ferrari em elaborar produtos autênticos, que expressem sua essência, respeitando as características de cada cultivar e aproveitando a máxima expressão de cada terroir.

As novidades chegam ao mercado em lotes de apenas 1 mil garrafas cada, reafirmando o DNA da Arte Viva em produzir vinhos únicos e exclusivos. "Nossa missão é entregar vinhos e espumantes singulares e que proporcionem sensações únicas, como se fossem obras de arte. Essa é a nossa essência", ressalta Ferrari, que fez da unidade de elaboração da vinícola, localizada na Linha 100 da Leopoldina, em Monte Belo do Sul, na Serra Gaúcha, seu ateliê.

Foto: divulgação



Os vinhos


ArteViva Elementar Merlot 2020

Elaborado com uvas cultivadas no Vale dos Vinhedos, este vinho é resultado dos processos de maceração, fermentação e amadurecimento em barricas de carvalho francês, americano e esloveno, além de jequitibá rosa. "Por conta da característica herbácea da Merlot do Vale dos Vinhedos, temos uma bela oportunidade de fazer esse casamento logo de saída com os taninos e com o aroma da madeira", salienta o enólogo. Com graduação de 14,5%, recebeu a classificação de Vinho Nobre Tinto Seco. O ArteViva Elementar Merlot traz no rótulo linhas e círculos que remetem ao efeito de pingos na água. R$ 150

ArteViva Elementar Marselan 2020

Com uvas provenientes de Santana do Livramento, na Campanha Gaúcha, este vinho tem como pontos altos o frescor, a vivacidade em boca e muita fruta. Após a maceração pós-fermentativa por 15 dias, permaneceu durante 12 meses em barricas de carvalho americano, francês e esloveno. A graduação é de 13,5%. O rótulo do ArteViva Elementar Marselan faz menção ao elemento ar. R$ 150

ArteViva Elementar Tannat 2020

Um vinho robusto, elaborado com uvas de Santana do Livramento. Como um legítimo Tannat da Campanha Gaúcha, destacam-se as notas frutadas, porém com muita estrutura e potência, com seus 15% de álcool natural, o que lhe confere a classificação de Vinho Nobre Tinto Seco. "Tem muita vida pela frente", avalia o enólogo Giovanni Ferrari. Este vinho estagiou por 12 meses em barricas francesas e eslovenas. Ferrari explica que o carvalho francês confere bastante volume de boca e complexidade, ao agregar-se aos aromas da Tannat. A barrica eslovena, por sua vez, contribuiu com a manutenção da parte frutada, além de um agradável tanino de final de boca. Em alusão ao elemento terra, o ArteViva Elementar Tannat traz no rótulo linhas que fazem referência às curvas de nível utilizadas na topografia para representar as diferentes altitudes de uma região. R$ 150

Rosé para happy hour

Além dos tintos da linha Elementar, também chega ao mercado o ArteViva Sinônimos Rosé, um típico rosé para ser degustado no happy hour ou em ocasiões descompromissadas. Elaborado com um blend de 80% Pinot Noir e 20% Marselan, o Sinônimos Rosé é um vinho agradável, que traz toda a leveza e o aroma fino da Pinot Noir e a complexidade aromática da Marselan. O produto pode ser encontrado ao preço médio de R$ 71.

O enólogo Giovanni Ferrari é está à frente da Arte Viva. Foto Rodi Goulart.


Onde encontrar:

Os produtos da Arte Viva podem ser adquiridos por meio dos seguintes canais:

E-mail: vendas@vinicolaarteviva.com.br

WhatsApp: (54) 99919-2249 ou (54) 99672-2249

Instagram: @vinicolaarteviva


Sobre a Arte Viva

A Vinícola Arte Viva é especializada em vinhos e espumantes premium e super premium na Serra Gaúcha, com a missão de elaborar produtos com expressão da essência, proporcionando sensações únicas. Alicerçado em valores como integridade, responsabilidade, criatividade e sustentabilidade, o projeto do enólogo bento-gonçalvense Giovanni Ferrari tem sua unidade de elaboração na Linha 100 da Leopoldina, no município de Monte Belo do Sul. Atualmente, o volume de produção é de 55 mil garrafas/ano, distribuídas em quatro linhas: Ícone, Elementar, Especiais de Tiragem Limitada e Sinônimos. Com formação em Viticultura e Enologia pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRS), Campus Bento Gonçalves, Ferrari iniciou sua trajetória profissional em 2009 na Vinícola Almaúnica, onde conheceu os vinhos finos de alta gama. Com passagens por vinícolas de pequeno, médio e grande porte no Brasil, também realizou estágios no Douro (Portugal) e em Epernay (França).