top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Salton indica cinco rótulos para harmonizar no Menu de Natal

Escolher o melhor vinho para o Menu de Natal pode ser uma tarefa complicada. Por conter uma grande variedade de pratos, que muitas vezes não combinam nada entre si, a harmonização não é uma tarefa muito fácil.



O serviço clássico do vinho indica que cada prato deva ser acompanhado pelo seu rótulo ideal. Mas se você não está planejando um banquete da Família Real para a data, a dica é optar por vinhos versáteis, que transitam bem entre diferentes pratos, de acordo com a Sommelière e especialista em marketing de vinhos, Paula Daidone.


Os espumantes são considerados “vinhos coringas” na harmonização, ou seja, são vinhos que funcionam bem com uma diversidade de sabores, aromas, texturas e até temperaturas. O que nesse caso torna a harmonização da ceia mais fácil. Ao invés de buscar um vinho para cada prato a ser servido, os espumantes podem ser oferecidos do começo ao fim do evento - alterando apenas a graduação de açúcar dos espumantes (como Brut para salgados e Doce para sobremesas).


Isso é possível por conta da estrutura única dos vinhos espumantes. A acidez presente na bebida faz com que ela seja ideal para acompanhar pratos mais gordurosos, pois limpa a untuosidade da boca. Em contrapartida, por ser leve vai bem com receitas igualmente leves, não sobressaindo ao sabor do prato. Além de sua refrescância, combina perfeitamente com o verão brasileiro.


Qual espumante escolher para o menu de Natal?


Para escolher o espumante ideal para a ceia é preciso dividir o evento em etapas. Para não ficar uma harmonização monótona e nem errar nas composições, você pode optar por um estilo para os salgados, ou seja, entrada e pratos principais, e outro para a sobremesa.


Espumantes para harmonizar com pratos salgados no menu de natal


Os salgados pedem espumantes secos, como Nature, Extra Brut ou Brut. Nessa categoria as bebidas são mais versáteis e combinam tanto com as entradinhas (patês, pães, queijos, canapés) como com os pratos principais, sejam eles aves, peixes, suínos ou carnes vermelhas. Se a ideia for variar um pouco mais, você pode incluir uma opção rosé para os pratos principais. Espumantes rosés tendem a ser mais encorpados e tânicos, com aromas de frutas vermelhas e refrescância mais contida. Essa estrutura consegue segurar pratos mais robustos, como uma carne vermelha ou bacalhau.


A linha Salton Ouro é ideal para acompanhar a ceia de Natal, pois é composta por espumantes de diferentes estilos (Extra Brut, Brut e Rosé) o que a torna super versátil. Além de sempre ter uma opção para cada paladar. 


Espumantes para doces e sobremesas do Natal



Para a sobremesa, prefira escolher os Demi-Sec ou Doce. Esses são perfeitos para acompanhar frutas e sobremesas, pois o nível de açúcar da bebida se equipara à da receita, deixando a combinação harmoniosa. Espumante Brut com doce pode resultar em uma combinação amarga. Os produzidos com Moscatel, como o Salton Moscatel, têm um nível de açúcar alto e com isso potência suficiente para aguentar receitas açucaradas como pavê, bolo, rabanada, sorvete, brigadeiro e pudim.


Para inovar e surpreender os convidados, junto com a mesa de doces você pode incluir uma tábua de queijos azuis como roquefort e gorgonzola. Por contraposição você cria uma harmonização deliciosa entre o salgado do queijo e o doce do espumante, ou ainda, para terminar a noite em grande estilo, sirva um vinho licoroso, como o Salton Atos Licoroso.


Vinho tranquilo para combinar com a Ceia de Natal


Se você não quer desistir de servir um vinho tranquilo na ceia de Natal, o ideal é você escolher vinhos leves, jovens e frutados. Opte por rótulos menos complexos e com pouca interferência de madeira, assim não corre o risco de mascarar o sabor da comida. Optando pelo vinho tranquilo, é necessário levar em consideração os pratos que serão servidos para decidir entre branco ou tinto.


Harmonização de vinho branco com a ceia de Natal


O vinho branco acompanha os pratos mais leves e frios, como salada, maionese, salpicão, tender, aves, queijos e tortas. Receitas salgadas que levam frutas cítricas, amarelas e tropicais (como calda de laranja, abacaxi, pêssego) também combinam melhor com vinho branco.


Se a noite estiver muito quente, escolha o Salton Paradoxo Riesling, já se a noite estiver mais fresca, o Salton Virtude vai cair muito bem.


Harmonização de vinho tinto com a ceia de Natal


O vinho tinto vai melhor com pratos mais pesados e intensos. Receitas com carne vermelha, frutas vermelhas e oleaginosas (castanha, avelã, nozes) funcionam bem com vinho tinto. Você pode seguir a mesma ideia do branco: noite quente, um tinto mais frutado e fresco, como o Salton Paradoxo Corte, já para uma noite mais fresca, o Domenico Salton Campanha Marselan vai ficar incrível.


5 vinhos para combinar com a Ceia de Natal


Apresentamos agora uma lista prática com indicações do vinho para harmonizar com receitas típicas da Ceia de Natal:


Salpicão de Frango – Salton Ouro Brut

Tender com abacaxi - Salton Paradoxo Riesling

Chester com batatas – Salton Virtude

Peru assado - Salton Domenico Campanha Marselan

Rabanada - Salton Moscatel


Harmonização de vinho com bacalhau


Caso o prato principal da ceia seja o bacalhau, a harmonização deve ser feita levando em consideração o modo de preparo e os ingredientes que compõem a receita. Cortes do bacalhau que apresentam uma textura mais fibrosa, como lombo ou posta, suportam vinho tinto, pois o tanino ajuda a romper as fibras e a deixar a mastigação mais macia. Prefira acompanhamentos intensos ou terrosos, como azeitonas, grão de bico, lentilha. Se o acompanhamento for leve, como legumes cozidos (brócolis, batata, aspargos, couve-flor) ou adocicados, como tomate confit e cebola caramelizada, os rótulos brancos combinam melhor.


Fonte: Sommelière e especialista em marketing de vinhos, Paula Daidone


Comments


bottom of page