• Viviane Campos

Primeira edição do Coffee Brasília recebe mais de 21 mil pessoas

Pri Evento aconteceu de 21 a 24 de abril, no Shopping Casapark, e contou com mais de 60 expositores e marcas do universo do café



Com números impressionantes, a primeira edição do Coffee Brasília movimentou o Shopping CasaPark durante quatro dias, incentivando a cadeia produtiva de café do Distrito Federal. Com marcas, profissionais, palestras, cursos, masterclass, turismo de experiência, concurso de barista e demais atividades do universo do café, o evento reuniu mais de 21 mil visitantes durante os dias 21 a 24 de abril. Foram mais 60 expositores nesta primeira edição da feira.

Produtores, fornecedores e empreendedores locais estiveram no chamado Coffee Brasília Fair. Estandes comercializaram produtos e ofereceram atividades como palestras e degustação. Através do site da Coffee Brasília, os visitantes puderam agendar uma visita guiada às principais fazendas produtoras de café do Distrito Federal, com degustação de cafés especiais.

O Café no DF

O cultivo do café no Centro-Oeste pode ser considerado uma atividade recente a nível de produção comercial do grão. A região possui todas as principais características para a produção de grão de altíssima qualidade. O café cultivado na área, com terrenos de elevada altitude, clima exclusivo e solo totalmente irrigados possibilitando um maior controle sobre as variações climáticas, se destaca no quesito qualidade. São cerca de 3.500 hectares de café arábica e produção média de 125 mil sacas/ano.

A área produtora de café no Planalto Central corresponde a Brasília (DF) ao Sul. No norte de Goiás, Lanaltona de Goiás, Niquelândia, São João da Aliança (Alto Paraíso) e Formosa. Em Minas, Cabeceira e Formoso. De acordo com dados da EMATER, a área plantada no Planalto Central brasileiro é pequena se comparada às regiões de maior tradição no cultivo de café, a exemplo de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Bahia e Paraná. Entretanto, os produtores locais, com a assistência de consultores especializados e tecnologia de ponta, têm conseguido que a cultura renda o máximo, fazendo com que a produtividade seja uma das maiores do país ao colher em média 60 sacas de café por hectare. A média nacional é de 30 sacas.

O café especial do Centro-Oeste tem surpreendido pelo sabor único e altas notas na B S C A. A colheita do grão é realizada em um período sem chuvas diferentemente de outras regiões, eliminando a possibilidade de fermentações descontroladas, resultando em um produto padronizado com grãos de alta qualidade e sabor.

“Brasília se destaca pela quantidade de cafeterias que dedicam a servir cafés especiais, uma das maiores concentrações de estabelecimentos desse tipo no país, o que demonstra que o consumidor do DF está inserido na chamada 4ª onda do café. Isso traz para os produtores locais grandes desafios e a necessidade de que se dediquem a uso massivo da tecnologia para conseguir aliar quantidade à qualidade almejada pelo consumidor.”, explica André Cenci, produtor à frente da fazenda Sendai.

Para o cafeicultor, a cultura do grão tende a expandir. “Desde os anos de 1990 quando a fazenda Jarjour dá o pontapé inicial nas plantações comerciais até os dias de hoje, se viu um salto extraordinário na quantidade e principalmente na qualidade chegando a premiações de nível nacional e internacional como os recebidos pela fazenda Novo Horizonte de Carlos Coutinho.”, afirma Cenci. Produzido em uma fazenda da zona rural de Sobradinho, o café Minelis venceu o Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Expresso de 2019, com premiação recebida nos Estados Unidos.

Participantes - Expositores

Salute (Cafeteria Modelo), Barista Atitude, Laboratório de Doces, Mercado do Café Brasília, Together Cafés Especiais, Dobson Cafés Brasil, Granutto Café (Fazenda Mata do Sucuri), Famiglia Zancanaro, Ponto Expresso Cafés, Café do Sítio, 3 Corações, Coffee Bike Cafés Especiais, Cafés Especiais José Corrêa, Dona Cebola, Arbor Cafés Especiais,Meet Coffee Co., Civitá Café, Conexão P3 Café, Café Grão Nativo, Exclusivo Brownie, Anero Café, Black Prime Café, Loja Moncloa Brasília, Suave Concreto, Café Especial 3Z, Paranoá Cafés ,Jacket Café, Valor Distribuição, Mokado Lab de Cafés, Wood N’ Coffee, Café Minelis, Impakta Soluções (Qualycream Café Espresso), Orioli Café (Fazenda Bagagem), Treem de Minas, Brago Distribuidora, Brasília Coffee Cafés Especiais, Rei Coffee Cafés Especiais, Fazenda Jatobá, Café Maé, Salute, Move bar e Eliá Spa.

Coffee Brasília

Quando: De 21 a 24 de abril. Dia 21, das 12 às 20h. 22 e 23, das 10h às 22h. Domingo, das 12h às 20h. Onde: Casapark Entrada: gratuita Faixa indicativa: livre

@coffeebrasilia_

www.coffeebrasilia.com.br

Apoio: Scada Café,Casapark, Líder, Tidelli,Toolbox, Livraria da Travessa, Leitíssimo, Salute, Eliá Spa, Café Arábia, Move Bar

Apoio Institucional: SETUR – DF

Apoio Técnico: FAPE – DF, Embrapa – Consórcio Pesquisa Café, Valor Distribuição,

IWCA – Aliança Internacional das mulheres do café

Patrocínio: Banco do Brasil

Montadora Oficial: Mais Stand

Realização / Organização: Lua Cheia Produções, Barista Atitude, Agencia Quinta Dimensão Marketing de Experiência


Foto: divulgação