top of page

Obras em prol do Autismo em exposição na Cave do Sol

As 24 telas assinadas por César Passarin poderão ser visitadas pelo público em outubro, sendo que uma delas será leiloada com renda revertida para a APAC Bento Gonçalves.

 


Inspirado na vida, o artista César Passarin, começou a pintar em 2007. Filho de Arlete e Arnaldo Passarin, diretor presidente da Cave do Sol, o jovem de 35 anos encontrou na arte uma forma de se expressar melhor. Autista, adotou a técnica de tinta acrílica sobre tela como uma terapia, vista pela família como superação à socialização. A Exposição Flores & Cores estará aberta ao público de 3 a 30 de outubro, de segunda a sábado, das 10h às 17h e aos domingos, das 10h às 16h. Os visitantes poderão dar lances para a obra Cores de Outono, partindo de R$ 500. O maior valor será revertido para a APAC Bento Gonçalves, entidade voltada para esta causa. As demais obras são do acervo da família.

 

César deu suas primeiras pinceladas em 2007, mas foi em 2018 que sua trajetória ganhou a companhia da artista plástica Tere Finger, também de Flores da Cunha, com ela, mantém aulas semanais, momentos que coloca seu talento em ação. De lá para cá, já são inúmeras telas, todas muito coloridas. Segundo Tere, o conjunto das obras representam a linguagem visual dos afetos de César, expressando dessa forma as diversas camadas existentes dentro do seu ser. “O César expressa o amor pelo que faz. Ele sorri enquanto trabalha. A figura humana, a natureza e os animais são a grande parte do seu trabalho, que traduz aquilo que seu amor interior fala”, destaca. Hoje, ela se inspira nas obras dele.

 

 

A paleta de cores é vibrante, com destaque para o vermelho, sua cor preferida. Diante de suas inquietações e desprendimentos do mundo, enquanto pinta, é que se revelam seus personagens e espaços. Para a família, a pintura está permitindo uma melhor evolução de César no enfrentamento de situações relacionadas à comunicação, na interação e no próprio comportamento social.

 

Orgulhoso, o pai Arnaldo contempla as obras do filho, juntamente com Arlete e os seus outros filhos Cristian e Cristiane. Para ele, a família é o bem mais precioso. “Tenho duas paixões: a minha família e o vinho. Mas o melhor da vida é a família”, assegura.

 

 

A Cave do Sol

A vinícola está localizada no coração do roteiro enoturístico mais famoso do Brasil (km 20 da Rodovia RS 444), num complexo destinado ao enoturismo, distribuídos em três andares, totalmente projetado dentro das premissas de acessibilidade. O ambiente convida a imergir num rico cenário de objetos considerados peças de museu que, além de preservar a história da família e da vitivinicultura brasileira, também compõem obras de arte concebidas por artistas, valorizando talentos locais. É uma viagem pelo tempo num passeio que transcende o imaginário.

 

Peças e equipamentos vão ajudando a contar a história do vinho, um verdadeiro museu vivo da família. A madeira das antigas pipas está em todo lugar, especialmente no mobiliário que ambienta espaços como a loja e a vinheria, entre outros. O revestimento das paredes da cave exibe os tijolos que guardam as histórias da família, trazendo as marcas do tempo e dando vida à Cave do Sol. Eles foram retirados da antiga vinícola, transportados até o Vale dos Vinhedos e agora fazem parte deste amplo complexo enoturístico que une tradição, história e modernidade. O projeto é da reconhecida arquiteta Vanja Hertcert, especializada em arquitetura do vinho.

 

Na Cave do Sol é possível fazer várias experiências, sempre guiados por sommeliers. Em todas elas são degustados cinco produtos e está incluída uma taça de cristal exclusiva. A novidade traz uma experiência nova ao Vale dos Vinhedos, tanto para quem está em busca de uma vivência rápida quanto para quem prefere mergulhar no mundo do vinho.

  

SERVIÇO DA VINÍCOLA

De segunda a sábado, das 10h às 17h

Domingos, das 10h às 16h

Contatos: 54 2521.2599, 54 98418.9882 - turismo@cavedosol.com.br

Valor para tour completo com acesso à exposição R$ 80,00

 

Imagens: Acervo Cave do Sol

Comments


bottom of page