top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Nestlé e Coliga lançam cursos gratuitos de gastronomia para jovens de todo o Brasil


Objetivo é promover inclusão e qualificação profissional de jovens em situação de vulnerabilidade social e econômica; inscrições gratuitas já estão abertas


Foto: divulgação


A Co.liga – escola digital de cursos gratuitos no campo da economia criativa – e a Nestlé se uniram em uma parceria inédita para o lançamento de um eixo educacional de gastronomia voltado para jovens em situação de vulnerabilidade social e econômica de todo o Brasil. A primeira etapa dessa jornada contempla um módulo com quatro cursos gratuitos. As inscrições podem ser feitas pelo site coliga.digital a partir de 15 de abril.


A Co.liga é uma iniciativa da Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura no Brasil (OEI) com a Fundação Roberto Marinho, que tem o Grupo CCR como parceiro mantenedor.


Os cursos acontecem em ambiente 100% digital e os conhecimentos estão distribuídos entre os seguintes temas: “Panorama e tendências na gastronomia: identificação de oportunidades de atuação”; “Segurança alimentar e boas práticas na gastronomia: higiene, manipulação de alimentos e segurança no ambiente de trabalho”; “Técnicas de preparação e montagem de refeições”; e “Mercado de trabalho e áreas de atuação na gastronomia”. Ao término dos ciclos, os participantes recebem um certificado que atesta a qualificação profissional.


“Acreditamos que, ao investir nas próximas gerações, estamos construindo bases sólidas para um futuro mais inclusivo e próspero. Por isso, seguimos desenvolvendo, de forma contínua, projetos que contribuem para a qualificação profissional da juventude em um cenário de constante evolução. Nos unimos à Co.liga, que é referência na educação digital gratuita, em uma parceria que visa abrir caminhos para que jovens encontrem na gastronomia uma possibilidade real de ingresso no mercado de trabalho”, comenta Helen Andrade, Head de Diversidade e Inclusão da Nestlé Brasil.


“O Brasil é um país de grande diversidade cultural e de muitos talentos. Cada vez mais estamos investindo nas juventudes, contribuindo para que todo o seu potencial como agentes econômicos, sociais e culturais floresça. Estar ao lado da Nestlé e também encontrar na gastronomia uma possibilidade de transformação e inclusão social vai contribuir para que a Co.liga digital consiga chegar ainda a mais jovens”, destaca João Alegria, Secretário Geral da Fundação Roberto Marinho.

O diretor da OEI Brasil, Leonardo Barchini, reforça a importância da parceria. “É um momento muito significativo para a Co.liga a parceria com a Nestlé, fortalecendo esse canal de formação profissional e inclusão produtiva para juventudes, especialmente das classes C, D e E. Essa ação faz parte do processo de expansão da escola, que em pouco mais de dois anos está presente em todo o Brasil, e de internacionalização, com a presença em seis países da região Ibero-americana, além dos EUA”, afirma.

 

Sobre a Nestlé: 


A Nestlé tem mais de 100 anos de atuação no Brasil e segue renovando seu compromisso com a sociedade, como força mobilizadora que contribui para levar nutrição e bem-estar para bilhões de pessoas, criar um ambiente de inclusão e oportunidade para milhares de brasileiros e ser o produtor de alimentos mais sustentável do país. A empresa emprega mais de 30 mil pessoas no Brasil e tem 20 unidades industriais localizadas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Goiás, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Espírito Santo, além de sete centros de distribuição e mais de 70 brokers (responsáveis por vendas, promoções, merchandising, armazenamento e distribuição). Comprometida com boas práticas que vão do campo à mesa do consumidor, a companhia conta com milhares de produtores fornecedores participando de programas de qualidade nas cadeias de cacau, café e leite, que garantem uma produção sustentável e que trazem modernidade ao campo. Além disso, mantém iniciativas nas fábricas como minimizar a utilização de água e energia e reduzir as emissões, ações de reflorestamento e inovações contínuas em embalagens cada vez mais sustentáveis. A Nestlé Brasil está presente em 99% dos lares brasileiros, segundo pesquisa realizada pela Kantar Worldpanel.


Sobre a Fundação Roberto Marinho: 


A Fundação Roberto Marinho inova, há mais de 40 anos, em soluções de educação para não deixar ninguém para trás.  Promove, em todas as suas iniciativas, uma cultura de educação de forma encantadora, inclusiva e, sobretudo, emancipatória, em permanente diálogo com a sociedade. Desenvolve projetos voltados para a escolaridade básica e para a solução de problemas educacionais que impactam nas avaliações nacionais, como distorção idade-série, evasão escolar e defasagem na aprendizagem.  A Fundação realiza, de forma sistemática, pesquisas que revelam os cenários das juventudes brasileiras. A partir desses dados, políticas públicas podem ser criadas nos mais diversos setores, em especial, na educação. Incentivar a inclusão produtiva de jovens no mundo do trabalho também está entre as suas prioridades, assim como a valorização da diversidade e da equidade. Com o Canal Futura fomenta, em todo o país, uma agenda de comunicação e de mobilização social, com ações e produções audiovisuais que chegam ao chão da escola, a educadores, aos jovens e suas famílias, que se apropriam e utilizam seus conteúdos educacionais.  Mais informações no Portal da Fundação Roberto Marinho.

Saiba mais: www܂frm.org.br.


Sobre a Organização de Estados Ibero-americanos (OEI): 


Sob o lema "Fazemos a cooperação acontecer", a Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) é, desde 1949, a primeira organização intergovernamental para a cooperação Sul-Sul no espaço ibero-americano. Atualmente, conta com 23 Estados membros e 19 escritórios nacionais, além de sua Secretaria-Geral em Madri. Com mais de 300 projetos em andamento e 600 acordos de cooperação ativos, em conjunto com entidades públicas, bancos multilaterais, universidades, organizações da sociedade civil, empresas e outros organismos internacionais, a OEI representa uma das maiores redes de cooperação da Ibero-América. Entre seus resultados, a organização contribuiu para a drástica redução do analfabetismo na Ibero-América, com mais de 21 milhões de pessoas beneficiadas por suas atividades de cooperação.

Komentar


bottom of page