• Viviane Campos

Miolo Seleção Rosé cria uma legião de fãs



Vinho que já nasce rosé no vinhedo é o brasileiro mais vendido na categoria

Ele foi eleito o melhor rosé do mundo. É considerado o vinho rosé ‘mais querido do Brasil’. Também é o rosé brasileiro mais vendido no país. Legítimo, nasce de dois vinhedos – Cabernet Sauvignon e Tempranillo -, com manejo e cultivo pensados exclusivamente para sua elaboração. Só em 2020, foram meio milhão de garrafas. Com todo esse histórico, o Miolo Seleção Rosé chega ao mercado em sua versão 2021, acompanhado pela campanha ‘Rosé Club - Para todos que amam rosé’, numa proposta de aumentar ainda mais esta comunidade de apreciadores que valorizam o visual e que buscam um vinho leve e refrescante para momentos descomplicados.

A aposta da Miolo no rosé surgiu ainda em 2006. De lá para cá, o vinho sofreu algumas mudanças no corte, que em 2010 deixou de ter o Merlot. Mas a principal transformação veio em 2017 com a renovação do conceito do vinho, inspirado nos rosés de Provence, do Sul da França. A partir daí, toda concepção do produto partiu de um novo perfil no manejo do vinhedo. Com isso, a revitalização da roupagem veio em 2018, sempre seguindo a filosofia de cultivar um vinhedo para fazer este rosé.

Feito do corte de dois vinhos elaborados com castas tipicamente tardias, a Cabernet Sauvignon e a Tempranillo – cultivadas nos vinhedos próprios de Candiota, na Campanha Meridional -, o Miolo Seleção Rosé tem um processo próprio e, por isso, suas uvas são colhidas antecipadamente. Com isso, o teor alcoólico e o PH são mais baixos, resultando num vinho mais fresco, com mais acidez e cor mais delicada. “Podemos dizer que tudo nasce no vinhedo A origem das uvas, os cuidados com o solo, o manejo e o cultivo do vinhedo, a maturação e o processo de elaboração são únicos, personalizados para o Miolo Seleção Rosé. Cada decisão que tomamos é particular, pensando no resultado ideal para esse perfil de vinho”, destaca o diretor superintendente da Miolo Wine Group, enólogo Adriano Miolo.

Descontraído, versátil, acessível ao bolso e com distribuição em todo o Brasil, o Miolo Seleção Rosé conquistou consumidores de diferentes estilos, principalmente os entrantes no mundo do vinho. Além dos jovens, o rótulo também ganhou apreciadores que são fãs tradicionais dos vinhos tintos, diante da tropicalidade do país. Para esses amantes do rosé, a campanha se desdobra em diversas ações entre redes sociais, canais próprios, relacionamento com a imprensa e influenciadores, e-commerce, delivery, sinalização e promoção em PDV, outdoor digital e inserções na TV. Além disso, o kit Rosé Club, com bolsa, camiseta, boné e, claro, o vinho, vão colorir as ações de relacionamento, imprimindo mais vida no dia a dia das pessoas.

O vinho

O Miolo Seleção Rosé é um vinho jovem, refrescante e muito versátil. Límpido e brilhante, tem coloração rosada de baixa intensidade. Apresenta perfume de frutas vermelhas como morango e cereja. É macio em boca, leve e muito agradável.

Ideal como aperitivo, acompanha comidas leves como saladas, peixes e mariscos, e de média estrutura como carnes brancas de frango ou peru, pizzas vegetarianas ou cárneas, queijos macios e embutidos com temperos leves. O rótulo pode ser encontrado no mercado com preço que varia de R$ 34 a R$ 39.


Mais sobre o Miolo Seleção

Impossível falar da trajetória da Vinícola Miolo sem falar da linha Miolo Seleção, lançada em 1994. A marca se tornou conhecida e apreciada em todo o Brasil e hoje é o vinho mais distribuído tanto no mercado interno quanto externo com presença na Alemanha, Austrália, China, França, Guatemala, Hong Kong, Japão, Nova Zelândia e Paraguai.

Os cinco rótulos, todos bi varietais, são elaborados a partir de uvas cultivadas em vinhedos próprios na Campanha Meridional (Miolo Seleção Pinot Grigio / Riesling, Miolo Seleção Tempranillo / Touriga, Miolo Seleção Chardonnay / Viognier, Miolo Seleção Cabernet Sauvignon / Merlot e Miolo Seleção Rosé – Cabernet Sauvignon / Tempranillo).

Nessas mais de 25 safras, o Miolo Seleção conquistou paladares em todo o Brasil e hoje é sinônimo da qualidade Miolo, traduzindo a expressão do vinho brasileiro. Diante de sua relevância na abertura do mercado de vinhos no país e para o próprio crescimento da empresa, a Miolo investiu em sua repaginação no ano passado, resgatando sua essência e reposicionando o produto que se tornou o vinho mais querido do Brasil.


Fotos: divulgação