top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Manoel Beato conduz jantar e degustação vertical de 4 safras iconicas de Don Melchor

O Sommelier Manoel Beato conduz na próxima quarta, dia 28 de fevereiro um exclusivo jantar para membros da Confraria da Boa Mesa no restaurante Figueira Rubaiyat. O evento contará com uma degustação vertical de quatros safras de Don Melchor dos anos de 2008, 2018, 2019 e 2020, proporcionando aos convidados uma rica experiência através do tempo e do sabor.




Cada safra traz sua própria assinatura, refletindo a excelência e a complexidade deste vinho renomado. A de 2018, a título de exemplo, arrematou 100 pontos junto ao crítico norte-americano James Suckling 



Confira os atrativos únicos de cada safra:



Safra 2008 - Um dos ícones chilenos que mais se transformou nos últimos anos, principalmente no quesito modernidade. A 2008, foi uma das primeiras safras de Enrique Tirado. Hoje, com 16 anos de evolução em garrafa, está entrando em seu auge. Foi produzido com o blend de fruta de diversas parcelas do vinhedo. A composição final desse 2008 foi de 97% de Cabernet Sauvignoin com 3% de Cabernet Franc. O vinho apresenta-se mais sutil e elegante se comparados com safras anteriores. A fruta vermelha está bem postada ao lado de uma deliciosa nota de madeira (estagia por 15 meses em barricas de carvalho francês). Palato muito firme e rico. Muito bom final de boca.



Safra 2018 - Esta safra do Cabernet Sauvignon ícone de Puente Alto alcança 100 pontos do crítico norte-americano James Suckling e expressa a emoção única dos grandes vinhos, graças a uma colheita sem precedentes e a condições meteorológicas ideais. O crítico comentou também que realizou uma extraordinária nota de degustação sobre o vinho:  “Isto é alucinante. A vitalidade e a energia neste vinho são deslumbrantes. A complexidade dos aromas é impressionante com flores, groselha negra, framboesa e pêssego. Corpo amplo, embora muito refinado e polido de impecável textura e beleza. O comprimento é maravilhoso. Este é um testemunho do equilíbrio, harmonia e transparência em um tinto grandioso", disse Suckling 

 


Safra 2019 - Com o lançamento de sua safra 2019, Don Melchor tornou-se o primeiro vinho chileno a alcançar 33 safras.  Sua equipe enológica conseguiu encontrar equilíbrio entre as diferentes expressões do terroir, e assim, interpretar a essência do vinhedo, captando de forma magistral a riqueza, elegância e fineza de Puente Alto para criar o estilo e o caráter pelo qual Don Melchor é conhecido. A safra 2019 apresenta elegância extraordinária, com muita fruta vermelha fresca, aliada a notas florais e de cassis. Em boca, o vinho é rico em sabores, com harmonia do início ao fim; há muita energia e equilíbrio perfeito, fineza de texturas e sabores.  Don Melchor 2019 é composto por 92% Cabernet Sauvignon, 5% Cabernet Franc, 2% Merlot e 1% Petit Verdot. 

 


Safra 2020 - Como todos os anos, o jornalista da área Patricio Tapia elaborou uma nova edição do prestigioso guia Descorchados, destacando com extraordinários 96 pontos a safra 2020 do Don Melchor܂Além de conferir a excelente nota e de selecionar o rótulo entre os Melhores Vinhos do Alto Maipo, Tapia destacou que nesta safra “percebe-se frutas pretas, generosas em madureza; as notas herbáceas ficam subjugadas diante desse embate de doçura; os taninos são cremosos, elegantes como sempre, dando uma sensação muito agradável de oleosidade. Um Don Melchor para ser guardado uns cinco anos e, assim, ganhar em complexidade. Este ano, o blend tem 92% de Cabernet Sauvignon, 6% de Cabernet Franc, e Merlot e Petit Verdot em porcentagens similares. Se sentimos a safra 2019 cheia de estrutura, austera, firme, esta nova safra é exuberância, frutas generosas.” 



As ótimas avaliações do Don Melchor confirmam sua excelência e seu posicionamento como um vinho excepcional, que expressa o caráter único do terroir de Puente Alto, situando-se no ápice do segmento a nível mundial. 


Fotos: divulgação

Comments


bottom of page