top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Kinjo abre as portas no CasaPark


Novidade da grife gastronômica com assinatura do chef Marco Espinoza terá inspiração na gastronomia Nikkei


Novidade no cenário gastronômico da cidade, e com a assinatura do chef peruano Marco Espinoza, o Kinjo Nikkei abre as portas no Shopping CasaPark. Com projeto do Lee Arquitectos, estúdio de arquitetura do Peru responsável pela elogiada identidade do Cantón, a casa será dedicada à gastronomia Nikkei, fusão culinária que combina ingredientes clássicos e de alta qualidade, transformando os pratos peruanos, ao usar sabores e técnicas japonesas.

O Kinjo é a sexta operação gastronômica de Espinoza na cidade, e será a quarta em sociedade com o seu braço-direito na cozinha em Brasília, o chef Carlitos Apolinario, seu compatriota. Quem vai comandar a cozinha do local será o chef peruano Rom Castillo, com experiência em culinária Nikkei e passagens por Peru, Chile, Equador e que, agora, se dividirá entre São Paulo e Brasília.


No menu, Sashimis e Nigiris variados de atum, salmão, polvo, camarão e vieira canadense. Também, os famosos e premiados Ceviches, em sabores como Clássico (peixe branco, lula, leite de tigre e batata camote); Kunsei (atum na brasa, cebolinha, nori crocsante e molho ponzu) Wasabi (frutos do mar, molho wasabi cítrico e furikake) e Kinjo (atum ou salmão, kyuri e quinoa com molho cítrico).



Ussuzukuris diversos como Tataki (atum selado, molho kaki, furikake e cebolinha); Shake Truffle (barriga de salmão maçaricada, óleo trufa e raspa cítrica) e Tako Olivo (polvo grelhado, tartar de azeitona, guacamole e furikake). Destaque para os Nigiris Kinjo Style, duplas exclusivas como o Andino (atum, aji amarelo, togarashi e quinoa); Hotet truffel (vieira, trufa, sal, maldom e limão); Parma (peixe branco, parmesão, gengibre e togarashi) e Djo com Ovo de Codorna (salmão, gema de ovo de codorna, trufa e cebolinha).

Ainda, Makimono em seis ou 10 peças de sugestões como Tuna Spicy (tartar de atum, óleo de gergelim e cebolinha); Kinjo Maki (camarão, salmão, queijo cremoso, limão e molho teriyaki) e Quinoa (camarão bata, caranguejo, quinoa e togarashi).


Para petiscar, Nikkei Izakaya, como Gyoza Buta (cerdo confitado, legumes e molho huancaína); Kazan Shrimp (camarões crocantes com molho cremoso spicy) e Causita Tako (batata panko, tartar de polvo, cebola e crispy).


A casa também oferece opções de pratos principais individuais, como Yasai (vegetais ao wok, molho de ostras) de Filé Mignon, Camarão, Peixe do dia ou Vegetariano; Niku Lima (filé mignon, cebola, batata e teriyaki limeño); Tuna Quinoa (atum grelhado, purê de misso e cogumelos defumados); Kinjo Ramen (caldo grosso, feijão chinês, ovo e porco char siu; Tako Parrillero (polvo grelhado com chimichurri e molho de pimenta amarela). Yakisobas de sabores variados e Taiwoks também estão entre as sugestões.



De sobremesa, Cookie Ice Cream (com sorvete e chocolate de matcha e calda especial) e Tres Leches Nikkei (bolinho de laranja embebido em três leites com sorvete de gengibre).

Na carta de drinques, opções autorais como Smoked Bourbon (Jack Daniels, dranbuie e canela); Kinjo (saquê, polpa de manga, xarope de pimenta e gengibre); Coffee Martini (café, run, baunilha e xarope); Grape Pisco (pisco macerado, suco de grapefruit e xarope de clara e ovo) e Frozen Tea (suco de laranja, tequila, maracujá, xarope e chá).

Em menos de um ano o chef Marco inaugurou três restaurantes. Depois do Cantón, aberto em junho de 2021, ele aportou com duas operações no recém-aberto complexo gastronômico Mané: Lima Cozinha Peruana e Meu Galeto Assado na Brasa. O premiado Taypá - que deu início a trajetória de sucesso do chef em Brasília -, está completando 11 anos. Já o vizinho Sagrado Mar, chega aos dois este ano.

“Estamos muito felizes em chegar em um local como o Casa Park. Preparamos tudo com muito esmero.”, diz Marco Espinoza. Além das seis operações gastronômicas em Brasília, o chef está à frente de cinco no Rio de Janeiro e duas em São Paulo. Em breve virão mais. A pandemia não encolheu os planos de expansão de Espinoza.

Sobre o chef Marco Espinoza

O chef peruano Marco Espinoza é um expoente da gastronomia no Brasil ao fundir a cozinha contemporânea com elementos, produtos, e temperos tipicamente peruanos com novas técnicas de preparo. Espinoza mudou-se de Lima para Buenos Aires aos 19 anos. Formou-se chef pelo I.A.G (Instituto Argentino de Gastronomia) e foi chef executivo da embaixada peruana na Argentina, de onde saiu para ficar à frente do restaurante Bardot, em Palermo. De lá seguiu para as principais cozinhas portenhas antes de fixar-se em Brasília para fundar em junho de 2010, o premiado Taypá. Na capital do país é sócio também do Sagrado Mar, Lima Cozinha Peruana, Meu Galeto, Cantón e o mais recente, Kinjo. Em 2013 fincou território no Rio de janeiro para estar também à frente do Lima Cozinha Peruana, que em 2015 foi reconhecido pelo Guia Michelin Brasil com o mérito Bib Gourmand (hoje com unidades em Botafogo, Laranjeiras, Niterói e Tijuca), El Chaco Parrilla (Maracanã) e Cantón, em Copacabana. A grife gastronômica com a marca Marco Espinoza está também em São Paulo com Cantón e El Chaco. O chef comandou a cozinha da Casa do Peru, sucesso gastronômico nas Olimpíadas Rio 2016. Com o Taypá foi reconhecido pelo governo do Peru como o ‘Melhor Restaurante Peruano no Brasil’ e agraciado com uma medalha pelo seu talento e excelente trabalho realizado no restaurante.

Kinjo Nikkei

Shopping CasaPark – Térreo – loja 150


Fotos: Gui Teixeira

Comments


bottom of page