top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Jovens formados pelo De Grão em Pão recebem convite para trabalhar em padarias da Grande São Paulo

Projeto está com inscrições abertas para nova turma na capital; inscrições vão até 1º de março



Vitória de Toledo Faria tem 18 anos e mora em Carapicuíba, na Zona Oeste de São Paulo. Com ensino médio completo, a jovem, que sempre gostou de cozinhar, acaba de conquistar o tão sonhado primeiro emprego. Trabalhará como padeira na padaria Pão do Parque. “Aprendi a cozinhar quando era pequenininha e essa sempre foi a minha paixão. Aqui no curso De Grão em Pão aprendemos sobre cozinha profissional e agora vamos poder colocar tudo isso em prática. Estou ansiosa. É um mundo para se descobrir”, diz a jovem com um sorriso largo no rosto.


O primeiro emprego conquistado por Vitória veio após sua formatura no curso De Grão em Pão, oferecido pela Fundação Bunge a jovens de 18 a 29 anos, moradores da periferia da Grande São Paulo. O projeto tem objetivo duplo: formar mão de obra para um mercado carente de profissionais qualificados e dar oportunidade para pessoas em uma das faixas etárias mais desempregadas do país. Todos os alunos formados pela primeira turma do projeto receberam oferta de emprego. Eles se formaram neste dia 15 de fevereiro, em uma cerimônia na Bunge, na capital paulista, que contou com a participação de familiares, empresas parceiras e dez padarias, que ofereceram a primeira oportunidade de emprego para esses alunos.


“De acordo com o IBGE, 34,9% das pessoas de 25 a 39 anos estão desocupadas, assim como 30,3% entre 18 e 24 anos. Nosso objetivo com o projeto é dar uma oportunidade de emprego para esses jovens em um setor carente de mão de obra qualificada. Segundo o Sindicato Sampapão, o setor de panificação tem mais de 10 mil vagas abertas na Grande São Paulo. Os salários, em média, são de R$ 2,5 mil”, afirma Cláudia Buzzette Calais, diretora-executiva da Fundação Bunge, instituição que coordena o projeto em parceria com a Academia Bunge, a Rede Cidadã, a Harald Chocolates, o Instituto Gastronômico das Américas(IGA) e o Sindicato e Associação da Indústria de Panificação e Confeitaria de São Paulo (Sampapão).


Rodrigo Sant’Anna Lopes, proprietário da padaria Villa Grano, comemorou a realização do projeto. A panificadora, localizada na Vila Clementino, na capital paulista, vai empregar dois alunos. “Temos uma carência de mão de obra qualificada no segmento de panificação, confeitaria e gastronomia. Ter a oportunidade de contratar profissionais que estão indo para o mercado com treinamento, com experiência, é muito bom. É muito difícil encontrar mão de obra que já tenha alicerce, agora vamos ajudá-los a se aperfeiçoar”, diz. 


“É uma grande honra termos a possibilidade de contribuir com a formação dos jovens que fazem parte do De Grão em Pão, utilizando a nossa estrutura e o conhecimento dos profissionais da Academia Bunge. Todo o nosso time está muito feliz com a formação da primeira turma e estamos animados para atender aos novos grupos de alunos que virão, colaborando para que o mercado tenha à disposição profissionais capacitados e diferenciados no setor de panificação”, comenta Júnior Justino, vice-presidente de Trigo e Derivados da Bunge. 


Silvia Solange da Silva estava toda orgulhosa no evento. É que sua filha, Ingrid Hayanne, era uma das formandas. “Esse projeto foi muito importante para a minha filha. Fazia um tempo que ela estava procurando curso técnico e eu recebi informação do De Grão em Pão de uma amiga. A Ingrid se descobriu na confeitaria e panificação, é impressionante como ela mudou. Eu espero que esse seja um projeto de longa data”, afirma.


Inscrições abertas para nova turma em São Paulo


A edição piloto do De Grão em Pão, iniciada em setembro de 2022, deu tão certo que os organizadores do curso decidiram ampliar o projeto. Até 1º de março os jovens interessados poderão se inscrever para uma nova turma, que se iniciará ainda neste primeiro semestre em São Paulo. O projeto vai selecionar jovens de 18 a 29 anos, preferencialmente em situação de vulnerabilidade social, e as inscrições podem ser feitas clicando aqui. No segundo semestre, novas turmas serão abertas em São Paulo, Recife e Rio de Janeiro.


Além da formação técnica prática e teórica oferecida por chefes de cozinha da Academia Bunge e parceiros na preparação de pães salgados e doces, itens de confeitaria e produtos com chocolate, os jovens contam ainda com formação socioemocional, para ajudá-los a ingressarem e a se manterem no mercado de trabalho. Todos os participantes receberão auxílio para transporte e alimentação, além do material necessário para as aulas técnicas, realizadas no bairro de Pinheiros, na Capital. O De Grão em Pão é uma das iniciativas do programa Comunidade Integrada, que promove ações de geração de renda e desenvolvimento territorial sustentável em localidades onde a Bunge atua.


Sobre a Fundação Bunge


A Fundação Bunge, entidade social da Bunge no Brasil, há mais de 60 anos atua em diferentes frentes com o compromisso de valorizar pessoas e somar talentos para construir novos caminhos. Suas ações estabelecem uma relação entre passado, presente e futuro e são colocadas em práticas por meio da preservação da memória empresarial (Centro de Memória Bunge), do incentivo à leitura (Semear Leitores), do voluntariado corporativo (Comunidade Educativa), do desenvolvimento territorial sustentável (Comunidade Integrada) e do incentivo às ciências, letras e artes (Prêmio Fundação Bunge). A Fundação é o pilar social da Bunge, líder mundial no processamento de sementes oleaginosas e na produção e fornecimento de óleos e gorduras vegetais especiais, que tem como propósito conectar agricultores a consumidores para fornecer alimentos, nutrição animal e combustíveis essenciais para o mundo. Valorizamos nossas parcerias com os agricultores para melhorar a produtividade e a eficiência ambiental da agricultura em nossas cadeias de valor e para levar produtos de qualidade de onde eles crescem para onde são consumidos. Ao mesmo tempo, colaboramos com nossos clientes para pensar e criar o futuro dos alimentos, desenvolvendo soluções personalizadas e inovadoras para atender às necessidades e tendências alimentares em evolução em todas as partes do mundo.   


Foto: divulgação

Comments


bottom of page