top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Ingredientes do Cerrado dão o tom no Ano Novo da Cozinha do Cavaleiro

Casal de chefs Lu Rodrigues e Lui Veronese utiliza ingredientes quilombolas em menu especial para a data



Reconhecido nacionalmente como um dos restaurantes indicados pela revista de gastronomia Prazeres da Mesa entre os melhores estabelecimentos do Centro-Oeste, a Cozinha do Cavaleiro, anexada à Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge, em São Jorge, na Chapada dos Veadeiros, tem em seu DNA a valorização dos ingredientes locais em uma cozinha de afeto com o Cerrado.


Perto do território Kalunga, um dos maiores territórios quilombolas do país, a casa aproveita a proximidade com a sociobiodiversidade do bioma para garantir uma experiência única entre os comensais e reafirmar sua vocação em servir os sabores do famoso “Berço das Águas”.


O jantar especial de Ano Novo tem início às 19h30 com drinque de boas vindas com taça de espumante Del Maipo 1913 Brut e discotecagem com brasilidades da DJ Tayla Boaventura. Será servido um coquetel volante (R$ 520 por pessoa, incluindo ingresso para a festa da virada e show na Casa de Cultura) composto por entradas, pratos principais e sobremesas com opções vegetarianas e veganas.


Destaque para os legumes tostados com baru e demi glace de gergelim Kalunga; cone de coquetel de camarão com guacamole do quintal e aroeira com buriti; bacalhau em sua própria maionese com pequi, cebola assada, licuri e jamón crocante; e massa fresca de jatobá com ossobuco. Entre as sobremesas, o público pode provar receitas inventivas como a cajuzada com baunilha do Cerrado e queijo regional.


“Para montar esse cardápio levamos em conta questões importantes como sazonalidade, frescor e o que as comunidades da Chapada dos Veadeiros, como os Kalungas, conseguiram coletar e produzir entre os ingredientes agroecológicos no período”, destaca o chef Lui Veronese.


A coquetelaria da Cozinha do Cavaleiro, assinada pelo premiado mixologista Victor Moretti, leva também a influência do Cerrado como o GT da Cozinha, gin tônica especial Nordés da Galícia com cajuzinho do Cerrado, laranja Bahia e calda de baunilha do Cerrado (R$ 43) e o Seu Zé, preparado com cachaça aromatizada no café, castanha de licuri, paragon e licor de ervas (R$ 38). Na avaliação da chef Lu Rodrigues, “o cajuzinho, a baunilha do Cerrado e a castanha de licuri são exemplos do que pode ser provado no coração do Brasil entre os biomas Cerrado e Caatinga (licuri). São sabores pouco difundidos que fazemos questão de ter em nossa cozinha para garantir uma experiência única”.


Além da criativa carta de drinques, o público pode trazer bebidas de sua preferência mediante o pagamento de taxa de rolha no valor de R$ 50.


A partir da meia-noite, o restaurante será integrado à agenda cultural da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge e comercializa petiscos e bebidas de forma avulsa, que serão servidos no balcão.


Confira o cardápio completo:



Entradas


Cone de coquetel de camarão com guacamole do quintal e aroeira com buriti

Croqueta de pernil com aioli de coco indaiá Legumes tostados com baru e demiglace de gergelim Kalunga

Gazpacho de cagaita, pico de galo e croutons

Dadinho de tapioca com molho de araticum



Principais


Crudo de salmão, creamcheese do Cerrado com pimenta-de-macaco, molho oriental e crispies de mandioca


Bacalhau em sua própria maionese, pequi, cebola assada, licuri e jamón crocante

Massa fresca de jatobá com ossobuco

Aligot de mandioca com queijo regional e legumes orgânicos salteados na manteiga

Risoto de galinha caipira com pequi


Sobremesas


Rabanada de panetone com missô, pé-de-moleque do Cerrado e creme de toffee

Cajuzada com baunilha do Cerrado e queijo regional


Sobre os chefs


Lu Rodrigues


Desde a infância, Lu Rodrigues sentia a inclinação para o trabalho com gastronomia. Anos depois, conquistou uma bolsa de estudos em gastronomia e se jogou na cozinha. Neste movimento, conheceu o chef Lui Veronese no restaurante C.R.U Balcão Criativo, onde começou a estagiar. Ali era o início de uma carreira na cozinha. Formou-se em gastronomia pelo IESB, em Brasília, e passou por restaurantes como Rapport BIstrô, Ouriço (Chef Thiago Paraíso), B Hotel- onde teve oportunidade de trabalhar lado a lado com chefs internacionais estrelados pelo Guia Michellin- além de chefiar a cozinha do restaurante Lake Side e do Platô Eventos, onde geriu a organização de eventos com buffet. Desde 2021, é chef ao lado de Lui Veronese do Cozinha do Cavaleiro, anexo à Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge, em São Jorge, Goiás.


Lui Veronese


O bchef é amante da cozinha desde criança e deu início ao seu aprendizado nos restaurantes de Brasília. Somou em seu currículo passagens pelos grandes restaurantes do mundo, como El Bulli, Arzak, D.O.M (Alex Atala) e El Celler de Can Roca. Pós-graduado em Gastronomia Criativa pela Universidade de Barcelona, Lui possui experiência de 16 estrelas Michellin e dois restaurantes reconhecidos como “os melhores do mundo” segundo a publicação. Lui foi chef executivo do restaurante Cru Balcão Criativo onde conquistou sete prêmios, entre eles chef revelação, melhor restaurante contemporâneo e Chef Embaixador pelo Prêmio Nacional Dólmã. Lui foi finalista do reality Mestre do Sabor, na TV Globo. Atualmente assina a co-chefia da Cozinha do Cavaleiro, na Chapada dos Veadeiros.


Serviço


Jantar de Ano Novo na Cozinha do Cavaleiro, com chefs Lu Rodrigues e Lui Veronese


Anexa à Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge Rua Bacupari, Lt 19, Qd 4, Vila de São Jorge, Alto Paraíso de Goiás, Goiás

Informações e reservas: (62) 3455-1077


Fotos: divulgação

Commenti


bottom of page