top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Expotchê tem meia-entrada solidária


Ingressos por R$ 20 estarão disponíveis mediante a entrega de 1kg de alimento não perecível, revertidos para instituições do DF. Além disso, diversas iniciativas sociais são contempladas e apoiadas pelo evento



A edição de 30 anos da Expotchê movimenta o Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade até o dia 11 de junho. Em todas as suas edições, a feira tem buscado apoiar boas práticas ligadas à sustentabilidade e causas sociais.


Neste ano, por meio do Projeto Rome Cidadania, o público terá direito à compra de ingressos de meia-entrada solidária, mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Esta é uma forma de fazer a diferença na vida daqueles que mais precisam e ampliar a oportunidade de acesso aos eventos. O ingresso sairá por R$ 20 e os alimentos arrecadados serão doados às instituições apoiadas pelo evento, em parceria com a Subchefia de Políticas Sociais, coordenada pela primeira-dama Mayara Noronha Rocha, e Defesa Civil. Os ingressos antecipados podem ser adquiridos através do site do evento.


Além de ser a maior feira de cultura e artigos do Sul realizada fora do Rio Grande do Sul, o evento também abre espaço para causas sociais, projetos de sustentabilidade e para entidades divulgarem seus projetos e produtos gratuitamente, bem como a inclusão socioprodutiva nas contratações das equipes de produção, a disponibilização de cardápios em braile em pontos comerciais e também a participação do projeto Amazônia Viva, ganhador do prêmio de Melhor Filme de Realidade Virtual 360º no Barcelona Planet Film Festival. Através de óculos 3D será possível fazer um passeio fantástico pela floresta. O projeto visa conscientizar sobre a importância de preservação da floresta amazônica.


Projetos parceiros


Três entidades filantrópicas participam do evento através do Lar dos Velhinhos Bezerra de Menezes, a Instituição Vida Positiva e a Associação dos Deficientes Visuais do Distrito Federal. As entidades participam gratuitamente do evento e ficam com toda a receita das vendas de seus produtos.


Uma parceria com a Secretaria da Mulher do Distrito Federal conta com a divulgação dos programas de serviços de acolhimento voltados às mulheres que enfrentam situações de assédio e violência. Para Giselle Ferreira, Secretária da Mulher do DF, esse tipo de ação promove informação e oferece suporte às mulheres. “A participação da Secretaria da Mulher em eventos, como a Expotchê, que incentiva o empreendedorismo feminino é crucial para fortalecer a autonomia econômica das mulheres, construir redes de apoio e impulsionar o desenvolvimento socioeconômico. Além disso, o espaço é uma forma de divulgação e conscientização sobre os direitos das mulheres e as políticas públicas voltadas para a igualdade de gênero", conclui Giselle.


Promovendo também a agenda 2030 em busca de conservar o meio ambiente e fomentar o desenvolvimento sustentável, o evento conta também com uma associação de catadores de lixo, que recolhem diariamente o lixo reciclável da feira, revertendo o material em receita para a associação. As lonas que não são reutilizáveis pelos expositores também são doadas para reciclagem.


Outras ações como o gerenciamento seletivo de resíduos que proporcionará o destino correto dos três tipos de resíduos gerados no evento (rejeitos, recicláveis e orgânicos) também são contempladas no braço social da Expotchê. Numa parceria com a ONG Programando o Futuro, o público que doar resíduo eletrônico ganha uma cortesia. Essa ação tem como objetivo potencializar as ações da ONG voltadas para qualificação profissional de jovens e a implementação de centros de inclusão digital no DF.


“Diante dos desafios socioambientais globais e locais, como empresa organizadora do evento, assumimos um conjunto de compromissos voluntários, buscando nos posicionarmos com o propósito de gerar impactos positivos na cadeia produtiva de eventos e na cidade de Brasília. Pautados pelo compromisso com a sustentabilidade e redução do impacto ambiental, buscamos adotar medidas que colaborem com o meio-ambiente e a sociedade”, finaliza Leda Alves, diretora da Rome Feiras, promotora da Expotchê.


O evento também está adequado à Norma ISO 20.121 da ABNT, que estabelece padrões de gestão sustentável para eventos, adotando estratégias rumo ao Lixo Zero, da Zero Waste International Alliance; e também está em alinhamento com o Compromisso Brasileiro de redução das emissões de gases de efeito estufa presente na Política Nacional sobre Mudanças Climáticas.


A Expotchê encerra a edição de 2023 no próximo domingo (11), sendo a entrada de segunda a sexta, de 16h às 23h; e aos sábados e domingos, das 11h às 23h. Os ingressos custam R$ 40,00 a inteira; e R$20 a meia entrada com documentação oficial ou a meia entrada solidária. Todos os dias, na primeira hora, a entrada é franca, e quem estiver pilchado, ou seja, vestido a caráter, com a vestimenta gaúcha, também não paga para entrar.



SERVIÇO:

O que: 30ª Expotchê 

Horário: Segunda a sexta, das 16h às 23h; aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 23h.

Onde: Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade

Entrada: R$ 40,00 a inteira e R$ 20,00 a meia-entrada.

Todos os dias na primeira hora a entrada é franca. Crianças até sete anos, pessoas pilchadas e com carteirinha do CTG não pagam.

Realização: Rome Eventos

Kommentare


bottom of page