top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Cooperativa Vinícola Aurora é Destaque Setorial Agro no 51º Prêmio Exportação RS

Empresa será homenageada pelo 8º ano consecutivo em função do trabalho que desenvolve no mercado internacional. Em 2022, vendas da companhia para o Exterior registraram o melhor desempenho dos últimos 20 anos



Os excelentes resultados das exportações da Cooperativa Vinícola Aurora levam a marca a ser homenageada, pelo oitavo ano consecutivo, com o Prêmio Exportação RS, realizado pela Associação dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (ADVB/RS). A empresa receberá o troféu Destaque Setorial Agro pelo desenvolvimento da marca no mercado internacional. O anúncio dos vencedores da 51ª edição foi feito nesta terça-feira (11) pela entidade e a solenidade de premiação será no dia 17 de agosto, em Porto Alegre (RS).


“Nos orgulhamos muito do trabalho contínuo e persistente que desenvolvemos desde 1954 no mercado externo. São quase 70 anos levando os produtos da nossa cooperativa para todos os continentes. Esse prêmio representa muito para nós, pois é fruto da dedicação das 1.140 famílias cooperadas e dos nossos 500 funcionários”, valoriza Renê Tonello, presidente do Conselho de Administração da Cooperativa Vinícola Aurora.

No ano passado, a empresa registrou o maior faturamento das exportações nos últimos 20 anos, com aumento de 46,6% na venda de vinhos, espumantes e sucos de uva. O volume comercializado ao Exterior também cresceu 43,6% frente a 2021, atingindo, mais uma vez, seu melhor resultado em duas décadas. As bebidas chegaram para 18 países, tendo como principais destinos os continentes americanos e asiático.



Para 2023, mesmo com a desvalorização de 8,8% do dólar frente ao real e os reflexos da crise econômica mundial que acabam retraindo as vendas ao Exterior, a projeção é que as exportações da Aurora sigam crescendo.


No primeiro semestre deste ano, a cooperativa exportou 1,1 milhão de garrafas (828.037 litros) de produtos vinícolas, 4,20% a mais do que igual período de 2022. Em valor, as negociações se mantiveram estáveis, com leve aumento de 1,26%. Dezesseis países receberam os produtos da marca, sendo que China, Uruguai e Paraguai foram os principais compradores, com 76,4% de participação.


“A queda do dólar influencia negativamente nas exportações, pois o valor dos produtos brasileiros acaba aumentando e o mercado internacional é muito sensível ao preço. Justamente por isso, neste semestre, observamos que as comercializações dos produtos com valor agregado acabaram reduzindo. Em contrapartida, algumas categorias cresceram exponencialmente, como os vinhos de mesa e os filtrados”, contextualiza Giorgia Mezacasa Forest, supervisora de Exportação e Importação da Cooperativa Vinícola Aurora.


Os vinhos de mesa, elaborados com uvas americanas e híbridas, expandiram 66,36% em volume e 79,32% em valor, tendo como mercado-alvo o Uruguai. Já os filtrados - uma combinação de suco de uva com vinho -, aumentaram mais de 400%, sendo a China o principal comprador.

“O continente asiático tem como característica a preferência por produtos mais adocicados e com baixo teor alcoólico, por isso os nossos filtrados acabaram se destacando por lá”, explica Giorgia.

A China também é o maior importador de suco de uva integral da Cooperativa Vinícola Aurora. No primeiro semestre, o gigante asiático comprou 63,74% dos 265.077 litros do produto exportado pela empresa. Segundo a supervisora do setor, a bebida se destaca pela diferenciação do sabor em comparação aos elaborados em outros países e por ser uma opção saudável e nutritiva.


“Além de sermos líderes de mercado em suco de uva integral no Brasil, a bebida é um dos nossos carros-chefes no Exterior. Começamos a exportá-lo em 2012 e, desde então, está sempre no ranking dos principais produtos embarcados. Neste semestre já ampliamos 7,43% o volume de vendas. O suco é a nossa vitrine e, muitas vezes, acaba sendo a porta de entrada em novos países, como Líbia e Gana ou a Venezuela, que estreamos neste semestre”, revela Giorgia.


Dos oito contêineres que serão enviados para o Exterior no mês de julho, seis deles (76.434 litros) são de suco de uva - sendo três só para a China. Os outros destinos são Estados Unidos e Gana, apenas com suco, e Japão, com vinhos e espumantes.


Rumo ao centenário com iniciativas sustentáveis       


Em sinergia com o propósito do Prêmio Exportação, que destaca os melhores resultados mercadológicos e as marcas que desenvolveram estratégias inovadoras para expor e comercializar seus produtos no mercado internacional, a Cooperativa Vinícola Aurora vem revisando processos e implementando programas para um futuro organizacional cada vez mais eficiente, inclusivo, sustentável e cooperativo. 


Para isso, uma série de melhorias que vão desde a gestão interna até o acompanhamento da atividade nas propriedades rurais estão sendo desenvolvidas simultaneamente, rumo ao centenário da empresa, que será celebrado em 2031. As iniciativas implementadas gradativamente estão solidificadas em três grandes pilares: governança e compliance, Boas Práticas Agrícolas e ESG (da sigla em inglês que significa Ambiental, Social e Governança).

“A permanente qualificação da cooperativa, dos nossos associados, colaboradores e parceiros que se relacionam com a nossa marca é o que garante a excelência e a conformidade da Aurora em sua produção no campo, na indústria e no mercado. É fundamental que a cadeia produtiva esteja cada vez mais orientada e disposta a implementar processos de melhoria contínua”, finaliza Renê Tonello, presidente do Conselho de Administração da Cooperativa Vinícola Aurora.


Foto: Bruno Marconi/Cooperativa Vinícola Aurora

Comments


bottom of page