top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Como preparar o hambúrguer perfeito em casa

5 dicas de chef para celebrar o Dia do Hambúrguer em grande estilo


Apreciado no mundo inteiro, o hambúrguer tem até data em sua homenagem: 28 de maio, o Dia Mundial do Hambúrguer. A ocasião é a oportunidade perfeita para reunir convidados e fazer sua própria versão do lanche.

E não é por ser feito em casa que precisa ser básico. Pensando nisso, o chef Cesar Brandelli, da Tramontina, dá algumas dicas de preparo e de utensílios que vão ajudar a levar o seu hambúrguer a um nível profissional.



O prensador de Hambúrguer da Tramontina ajuda a moldar a carne de forma prática e fácil (Divulgação/Tramontina)


1. O segredo está na carne


Seja qual for o tipo de carne que você optar, quando se trata de carne moída, o que se deve observar é a textura. A mistura de mais de um tipo de carnes (chamada de blend) gera diferentes texturas e também influencia muito no sabor do hambúrguer. O ideal é que não sejam carnes muito magras, mas que tenham um percentual de gordura em torno de 20% e 30%. Os cortes mais indicados são: acém ou agulha, alcatra, contrafilé, chapéu de bispo, coxão duro ou peito. 


2. Faça hambúrgueres padronizados


Depois de moída, a carne precisa ser moldada em formato de hambúrguer. Para garantir que todos fiquem iguais, você pode utilizar uma balança para medir a quantidade - um hambúrguer médio pesa entre 180g e 200g -, e depois, utilizar um prensador de hambúrguer. O controle do tamanho e da espessura ajudam a padronizar também o cozimento. Se quiser evitar problemas e garantir uniformidade, aposte nos hambúrgueres menores, mais fáceis de cozinhar. Você pode combinar mais de um em um único pão na hora de montar.

Quanto aos temperos, sal e pimenta já são suficientes para ressaltar o sabor da carne. O segredo é não utilizá-los no hambúrguer inteiro, mas apenas na parte externa, já que o sal é conhecido por absorver a água dos ingredientes. Para não correr o risco de deixar a carne seca e dura, o recomendado é sempre que ele seja acrescentado dos dois lados do hambúrguer logo antes de levá-lo ao fogo. O mesmo acontece se a intenção for congelar a carne: para preservar a suculência, evite salgar antes.


3. Cuidado na hora de cozinhar


Para cozinhar o hambúrguer, é possível usar uma frigideira ou uma churrasqueira. Os procedimentos são bem parecidos, mas há algumas particularidades. O mais importante é garantir uma temperatura alta para selar o hambúrguer sem cozinhá-lo demais.

Se optar por uma frigideira, dê preferência às de corpo triplo, capazes de manter o calor de forma mais eficiente. Pré-aqueça a frigideira em fogo médio a alto e unte levemente com óleo. Depois do primeiro hambúrguer, ela já ficará devidamente untada com a gordura natural da carne. Para um resultado melhor, evite colocar mais de um hambúrguer por vez.

O preparo na churrasqueira depende do fogo e exige um pouco mais de experiência. Por outro lado, ele deixa o hambúrguer com aquele gostinho defumado todo especial. O mais importante aqui é: nada de apertar e ficar mexendo na carne – a dica é virar apenas uma vez. 

Enquanto o hambúrguer está na frigideira ou churrasqueira, você pode observar pela lateral da carne a mudança de cor acontecendo de baixo para cima, da parte mais quente para o centro do hambúrguer. Quando observar o líquido da carne brotando da parte superior, é sinal de que chegou o momento de virá-lo.

Depois de pronto, deixar o hambúrguer repousar por 1 a 2 minutos faz com que a água se redistribua, deixando a carne suculenta.


4. O pão e o queijo também fazem diferença


Como você prepara o pão para seus hambúrgueres? Este também é um elemento muito importante para o sucesso do lanche. Aqui a dica é escolher um pão macio, como o tipo brioche. Para melhorar ainda mais a experiência, aqueça o pão na chapa e unte com manteiga.

Quanto ao queijo, é fundamental que derreta bem, para “abraçar” a carne e agradar ao paladar. Além do queijo fatiado, você também pode ralar um pouco de queijo da sua preferência – pode ser mozzarella, provolone, gruyère, gorgonzola ou cheddar -, assim ele derrete melhor.



Conquiste seus convidados servindo os hambúrgueres em pratos temáticos descontraídos (Divulgação/Tramontina)


5. Capriche na hora de servir


Uma boa refeição apela a todos os sentidos, então uma forma de valorizar ainda mais o momento entre amigos é caprichar na forma de servir. Um prato decorado ajuda a compor o clima, mas prefira uma opção mais leve e informal. Outra ideia é servir em tábuas de madeira, suportes ideais por não transferirem cheiros ou gostos aos alimentos em contato direto, além de darem um toque charmoso e rústico. 

DPreparado desta forma, mesmo o hambúrguer mais clássico ganha um toque especial. A Tramontina conta com diversos produtos para ajudar a fazer o seu. Confira em: https://www.tramontina.com.br/ambientes/cozinha/ .

bottom of page