top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Coletadas, amostras vão para degustação de seleção

ABE reúne 90 enólogos em quatro dias de degustações, na fase mais técnica da maior degustação de vinhos de uma safra do mundo

 


Com as 503 amostras das 74 vinícolas de sete estados brasileiros (BA, MG, PE, PR, RS, SC e SP), além do Distrito Federal, coletadas, chegou a hora da Degustação de Seleção da 31ª Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2023. Os 90 enólogos convocados pela Associação Brasileira de Enologia (ABE) entram em ação na próxima semana para avaliar às cegas a representatividade da safra. Divididos em 10 grupos, eles seguirão uma jornada intensa de 12 horas de degustações em quatro dias – de 5 a 8 de setembro -, no Centro Empresarial de Bento Gonçalves.

 

O presidente da ABE, enólogo Ricardo Morari, destaca a relevância desta fase, a mais técnica de todo evento. “A Avaliação Nacional de Vinhos segue critérios rigorosos em cada etapa, mas é na Degustação de Seleção que todo conhecimento enológico entra em ação. Temos um corpo 100% técnico, preparado para avaliar cada amostra às cegas, levando em conta o desempenho da Safra 2023. A única informação que os enólogos recebem é a categoria da amostra a ser degustada. É um momento de muita concentração e responsabilidade, em que cada enólogo, individualmente, coloca em prática toda sua habilidade e conhecimento a serviço do vinho brasileiro”.

 

A Degustação de Seleção segue normas internacionais num rigoroso processo técnico, a partir da análise sensorial às cegas de todas as amostras. As notas são lançadas individualmente por cada enólogo e um programa específico para este tipo de avaliação faz o registro e computa os dados, identificando os 30% mais representativos. O resultado é divulgado ao grande público no maior momento do vinho brasileiro, a 31ª Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2023, que acontece dia 4 de novembro, no Pavilhão E do Parque de Eventos de Bento Gonçalves. Neste dia, mais de 750 apreciadores presenciais, além de mais de 1.350 on-line, conhecerão os 30% mais representativos, além de ter o privilégio de degustar na taça as 16 amostras selecionadas neste grupo.

 

As 503 amostras de 74 vinícolas viajaram o Brasil para serem avaliadas nesta etapa, vindas da Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal. Teve amostra que percorreu 3.347 km. Este trabalho de coleta levou 13 dias e foi desempenhado por 27 profissionais da cadeia produtiva da uva e do vinho, especialmente enólogos, que percorreram diversos itinerários para coletar diretamente dos tanques de aço inox ou de barricas de carvalho, todos os vinhos inscritos.

 

Ingressos ao público


A venda dos 750 ingressos para o público apreciador conferir de perto a representatividade da safra, além dos 450 kits para os que preferirem acompanhar de casa, assistindo pelo canal da ABE no Youtube, segue enquanto houver disponibilidade pelo site https://www.enologia.org.br/avaliacao-nacional-de-vinhos/inscricao-publico/. Quem nunca participou da Avaliação pode acessar o link https://www.youtube.com/watch?v=oOQdDz-UVsA  e assistir a edição anterior.


Fotos: Degustação de Seleção 2022: Jeferson Soldi

bottom of page