top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Chichá Café e Bistrô traz receitas saborosas com frutos do Cerrado

A chef Ana Boquadi do antigo 'Buritizen', pesquisadora ávida dos frutos do Cerrado e o jovem Pedro Quatrorze Voltas, amante da culinária francesa uniram seu amor pela gastronomia para criar receitas saborosas e nutritivas que mesclam elementos do bioma com toques delicados da patisserie.


ORIGEM


Chichá, Amendoim de macaco. Árvore de médio a grande porte, medindo de 8 a 18 metros de altura. Com porte ereto e copa alta. Os frutos vermelhos são usados em decoração e na confecção de utensílios domésticos. As sementes são comestíveis e procuradas pela fauna. 


Ana Boquadi tem experiência na gastronomia com uso de produtos do Cerrado desde 2009, quando começou a dar aulas de culinária e em 2014 inaugurou seu restaurante Buriti Zen e se dedicou à culinária vegana, sem glúten e sem soja.

 


Pesquisadora e incentivadora dos pequenos produtores, utiliza em suas receitas diversos insumos vindos das comunidades Kalungas e Quilombolas da Chapada dos Veadeiros e região cerratense. Recentemente ganhou o 1º lugar com sua equipe “Conexão Cerrado” no edital da Fundação Boticário, onde através do Instituto Transformar, desenvolveram tecnologias para beneficiamento integral do fruto baru.


Atualmente incluiu nas suas receitas pescados , mais precisamente Pirarucu de Manejo do projeto “Gosto da Amazônia “ pela afinidade com suas origens paraenses.



Pedro Quatorzevoltas é um garoto prodígio inserido na cozinha desde os 9 anos em um programa do SESI pela TV Brasil (Cozinhadinho) baseado em educação alimentar e qualidade de vida.


Amante da culinária francesa, Pedro trabalhou na confeitaria mais famosa da cidade e foi lá que aperfeiçoou suas técnicas, com o famoso patisserie, Daniel Briand. 

Preste a se formar em gastronomia pela faculdade IESB, idealiza a junção de técnicas francesas com a riqueza que o Cerrado pode proporcionar e junto com sua parceira criativa Ana Boquadi se aventuram em adaptações e invenções de receitas clássicas e tradicionais, como o Macarron com baru e o uso da baunilha nacional em seus preparos, a baunilha-do-cerrado.



"Por que buscar baunilha de fora se aqui temos a riqueza dos nossos ingredientes, do nosso país , do nosso Cerrado? reflete Pedro, o garoto prodígio.

No cardápio, opções para 'Alegrar o Dia', como smoothie com base de banana, açaí, banana, frutas vermelhas e granola da casa (aveia,castanhas de baru e caju; flocos de arroz, cajuzinho do Cerrado, semente de girassol, lâminas de coco e mascavo) R$29




Quiches de Tomate Seco, Alho Poró, Shimeji e Lorraine (Gruyere, cebola e bacon) nas versões veganas e tradicionais valores entre R$21 e R$24

Torradas-(mini baguete de fabricação artesanal e fermentação lenta), com nomes sugestivos como Siriema-meia baguete com creme de castanha de caju gratinado, tomate assado com ervas, pimenta de macaco e pesto de manjericão com castanha de caju (R$24); Jaguatirica-meia baguete com escabeche de Pirarucu de Manejo, cream cheese, picles de cebola roxa, cebolinha, gergelim e redução de balsâmico (R$29).


Experimente a Ararinha Azul- Porção de torradinhas com geleias da casa (morangos, açaí com baunilha, cagaita com maracujá, cupuaçu com castanha de baru e umbu);picles e queijos especiais (queijo cottage e queijo de búfala de produção Kalunga).Ideal para 2 pessoas (R$56).



Os destaques para adoçar o dia são os 'Macarrons' com base de castanha de caju e farinha de jatobá; recheio de creme amanteigado de baru e baunilha do Cerrado Kalunga (R$6) e Banoffe-base de cookie, doce de leite, banana prata e canela. 

Para os veganos o delicioso 'Barujor'-releitura do alfajor com biscoito de baru feito com doce de leite de castanha de caju e chocolate de origem 70% (R$15).




E para acompanhar um bom café com opções Coado, Coado com Chantilly, Coado com borda de chocolate vegetal, V60 e Prensa Francesa, Gelado do Cerrado com borda de Baunilha. Opções com leites vegetais com castanha de caju (da casa) ou Aveia (Nude- barista).


Para os dias de calor os destaques são refrescos artesanais variados nos sabores frutas vermelhas, gengibre, tamarindo, capim limão, guaraná, tangerina e maçã verde (R$13) e Kombucha (R$19).


Fotos: divulgação

bottom of page