• Viviane Campos

Chegou a vez das borbulhas


Vinícolas brasileiras podem inscrever amostras a partir de 14 de setembro


O maior e mais representativo concurso de espumantes brasileiros já tem data confirmada: 13 e 14 de outubro de 2021. Com uma retrospectiva que comprova a evolução e consolidação da bebida, a Associação Brasileira de Enologia (ABE) busca avançar na quantidade de rótulos e vinícolas participantes. Na edição de 2019, foram avaliados 376 espumantes de 89 vinícolas de sete estados (Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo). As inscrições abrem dia 14 de setembro e seguem até 1º de outubro, podendo ser feitas pelo www.enologia.org.br.

A produção nacional, hoje em 18 milhões de litros por ano, conforme dados da Uvibra, vem crescendo cerca de 10% a cada safra e o reconhecimento faz parte de uma rotina diária. Seguindo normas internacionais regidas pela Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), o concurso avalia espumantes naturais, provenientes de uvas vitis viníferas, obtidos a partir dos diferentes métodos, que estejam sendo comercializados normalmente pelas empresas nas categorias: espumantes de segunda fermentação (charmat e tradicional) e espumantes de primeira fermentação (moscatéis). Serão premiados os espumantes melhores classificados por categoria, respeitando o limite de 30% dos inscritos conforme normas internacionais.

A edição de 2019 foi histórica não apenas pelo crescimento de 20% no número de amostras, mas também na evolução da qualidade. Prova disso, é que todos os 125 espumantes premiados atingiram notas superiores a 88. Os 14 espumantes que conquistaram Grande Medalha de Ouro superaram os 92 pontos. “O espumante brasileiro é reverenciado no mundo todo pela sua qualidade e diversidade, fruto de muito trabalho do enólogo, dos viticultores, dos vinicultores”, destaca o presidente da ABE, enólogo André Gasperin.

RETROSPECTIVA

Edição

Amostras

Vinícolas

Data

Presidente

Cidade

52

25

25 e 26 de julho de 2001

Cleber Andrade

Bento Gonçalves

68

29

04 a 08 de novembro de 2002

Gilberto Pedrucci

Bento Gonçalves

100

38

07 a 09 de outubro de 2003

Antônio Czarnobay

Garibaldi

120

45

25 a 27 de julho de 2005

Carlos Abarzua

Garibaldi

144

50

11 e 12 de setembro de 2007

Cláudia Stefenon

Garibaldi

205

66

4 a 6 de agosto de 2009

Carlos Abarzua

Garibaldi

231

70

25 a 27 de outubro de 2011

Christian Bernardi

Garibaldi

257

68

16 a 18 de outubro de 2013

Luciano Vian

Garibaldi

264

70

13 a 16 de outubro de 2015

Juliano Perin

Garibaldi

10ª

308

80

18 a 20 de outubro de 2017

Edegar Scortegagna

Garibaldi

11ª

376

89

16 a 18 de outubro de 2019

Daniel Salvador

Garibaldi

12ª

13 e 14 de outubro de 2021

André Gasperin

Garibaldi

Fotos: Jeferson Soldi