• Viviane Campos

Ceia de ano novo com vinhos de menos de 70 reais? Confira!


A tradição diz, e os supersticiosos confirmam, que o ideal para a Ceia de Ano Novo são pratos à base de carne de porco. Aves, jamais, já que elas ciscam para trás. Verdade ou não, preferimos não arriscar. Pensando em deixar a sua Ceia ainda mais saborosa, selecionamos 7 vinhos que combinam à perfeição com o cardápio da data. Para melhorar ainda mais, todos custam menos de 70 reais. Selecione os de sua preferência e bom apetite!


Começamos com uma opção de salada ou couscous com frutos do mar. Os complementos dos pratos podem ficar a seu critério, mas a sugestão de vinho para harmonizar é o rosé Numbered Edition. Espanhol da região da Rioja, elaborado com a uva Tempranillo, é caracterizado pelo frescor e acidez, que complementam as iguarias marinhas.


Toda Ceia que se preze tem que ter lentilha, sinônimo de riqueza e fortuna, em especial na virada do ano. Geralmente, é elaborada com costelinha ou calabresa defumada. Para harmonizar, sugerimos o espanhol Liderato branco, vinho seco, de corpo leve e acidez equilibrada que irá combinar com a cremosidade gostosa do prato.

Peixe assado, recheado com tomates e especiarias, vai combinar com o branco Monsaraz DOC Alentejo. Vinho seco e saboroso harmoniza com peixes magros e ressalta o sabor dos temperos desta receita.


O italiano Corbelli Chianti é um rótulo tinto bastante versátil quando o assunto é harmonização. Elaborado na Toscana, é seco e entre seus sabores destacam-se as frutas vermelhas escuras, como cerejas. Lombo suíno com geleia de pimenta vermelha, Pernil Assado e Tender são combinações possíveis. Os taninos muito finos do vinho irão combinar com a textura dessas carnes mais magras bem temperadas.


Já pratos como Costelinha suína com geleia de pimenta ou Costelinha suína com barbecue, por exemplo, são opções mais gordurosas, marcadas pelas notas defumadas, que pedem um vinho com boa acidez e tanino que suporte toda a gordura. A sugestão é o tinto uruguaio Elegido Tannat Merlot, vinho muito equilibrado que mescla a suavidade da uva Merlot com a potência da Tannat.

Há quem prefira uma receita de Filé Mignon, carne macia e mais “adocicada”. Para acompanhar, o Reguengos tinto DOC Alentejo. Vinho de taninos muito finos, marcado pelos aromas de frutas vermelhas maduras com um leve toque floral. Ficará uma delícia!


Mas não está faltando alguma coisa para a comemoração ser completa? Sim, um espumante! Já falamos bastante sobre a versatilidade desses vinhos e a possibilidade de complementar vários pratos. Se for para o brinde, para acompanhar os aperitivos ou ainda os pratos salgados, aposte no Cava Don Román Brut, espanhol da região de Penedès, na Catalunha. Seco, fresco e equilibrado, tem boa persistência e acidez muito agradável.

Todos esses rótulos são importados pela Porto a Porto e podem ser encontrados em mercados e atacadistas da cidade.

Fotos: assessoria