top of page
  • Foto do escritorViviane Campos

Casal paranaense, associado da Capal, é premiado no Mundial de Queijo da França


Leomar Martins e a esposa, Marisa Martins, levaram medalha de bronze; concurso recebeu 1.640 tipos de queijos inscritos de vários países


Foto:divulgação


O casal de produtores Leomar Mello Martins e Marisa Alexandre Martins, de Santana do Itararé/PR, foi premiado na última semana durante a 6ª edição do concurso de queijos e produtos lácteos do Mundial do Queijo de Tours, na França.


O Mundial do Queijo de Tours é considerado o grande salão internacional do queijo na França, que acontece a cada dois anos, e é o único concurso francês que aceita queijos de outros países. 


Nesta edição, foram inscritos 1.640 tipos de queijos de 35 países, sendo 288 queijos brasileiros dos estados do Paraná, Minas Gerais, Bahia, Pará, Ceará, Goiás, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo. O concurso avalia os queijos considerando cinco critérios: aparência, aromas, sabores, textura e equilíbrio. 


Leomar e Marisa, associados da Capal, receberam medalha de bronze com o queijo autoral Maná Safrás, produzido na propriedade da família (Sítio Aliança), com a ajuda dos filhos Lucas Alexandre Martins e Daniela Maria Alexandre Martins. O casal também foi jurado no concurso juntamente com outros brasileiros. 


O produtor descreve o queijo como um “sabor característico e diferente”. O Maná Sassafrás é um queijo de meia cura, produzido a partir do leite de Vaca Jersey, macio por dentro e envolto por uma casca temperada com uma erva chamada Sassafrás, que é encontrada no estado do Paraná e muito utilizada no chimarrão, bebida característica da região. 


“Cada vez que participamos é uma experiência a mais e, para nós, é muito importante. A nossa cidade é tão pequena e levamos o bronze, sendo o único queijo paranaense premiado, isso mostra que estamos no topo dos melhores queijos do mundo”, comemora Leomar. 


O produtor destacou ainda que a Capal é o ponto de apoio em todo esse processo. “A cooperativa nos ajuda com a assistência técnica e nos dá todo o suporte para realizarmos uma nutrição equilibrada para as vacas. Eu vejo a Capal como uma grande cooperativa que fazemos parte e que nos ajudou desde os primeiros queijos que produzimos. Sempre esteve do nosso lado e somos muito gratos por isso”, apontou. 


Outras premiações 


Em 2021, o queijo Maná Concafé Gourmet, também de autoria do casal Martins, recebeu medalha de prata no Mondial du Fromage et des Produits Laitiers de Tours, também sediado na França. O Concafé tem uma característica única e marcante, com um leve toque do café no seu interior, feito com cafés especiais.


Os produtores também acumulam outros prêmios nacionais, como o 2º Melhor Queijo do Paraná (IDR-PR/Emater – 2018); Mundial em São Paulo em 2022 (uma medalha de prata e duas de bronze); Queijo Paraná em 2023 (três medalhas super ouro, quatro medalhas de ouro e uma medalha de prata).


Sobre a Capal Cooperativa Agroindustrial


Fundada em 1960, a CAPAL conta atualmente com mais de 3,4 mil associados, distribuídos em 21 unidades de negócios, nos estados do Paraná e São Paulo. A cadeia agrícola responde por cerca de 65% das operações da cooperativa, produzindo mais de 862 mil toneladas de grãos por ano, com destaque para soja, trigo, milho e café. A área agrícola assistida ultrapassa os 161 mil hectares. O volume de leite negociado mensalmente é de 12 milhões de litros, proveniente de 320 produtores. Além disso, a cooperativa comercializa 31 mil toneladas de suínos vivos ao ano.


Comentários


bottom of page