• Viviane Campos

10 de setembro, Dia Internacional do vinho do Porto

Celebre a data em alto estilo com a bebida que representa Portugal mundo afora


Em 10 de setembro é celebrado o “Port Wine Day”, ou Dia do Vinho do Porto, quando a bebida símbolo da vinicultura portuguesa é celebrada. Tudo começou em setembro de 1756, ano em que a Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro, entidade criada pelo então primeiro-ministro português Marquês de Pombal, delimitou a primeira região vinícola do mundo.

Nessa época, o Vinho do Porto já era um sucesso entre os ingleses e surgiram muitas fraudes e falsificações. O governo britânico então exigiu um selo de qualidade do vinho e, pela primeira vez na história, Pombal introduziu o conceito de DOC (Denominação de Origem Controlada). Presente no seu dia, seja como um aperitivo na entrada ou mesmo digestivo, ao final da refeição, o vinho do Porto é um grande embaixador de Portugal mundo afora, representando a tradição e a cultura do país.

Então, que tal celebrar a data com um belo Porto? A importadora Porto a Porto traz ao Brasil dois produtores renomados, Caves Messias e Duorum, que aliam a tradição à tecnologia na produção de exemplares inesquecíveis.

Um dos mais destacados é a Caves Messias. Fundada em 1926 mantém a produção em Ferradosa, local onde as videiras foram plantadas pela primeira vez em 1845 e adquiridas pelos Messias, em 1956.

São vários produzidos pela marca, como o Porto Messias Ruby e Tawny, o Porto Messias 10 anos, 20 anos, 30 anos e 40 anos, entre outras preciosidades.

Outra vinícola de destaque é a Duorum, projeto dos enólogos João Portugal Ramos e José Maria Soares Franco, dois nomes entre os maiores da viticultura portuguesa contemporânea. Em um terroir excepcional, a dupla assina vinhos com dimensão internacional, inclusive premiados pelo famoso crítico Robert Parker. Destaque para o Duorum Porto Vintage DOC, um vinho de aroma elegante e intenso, dominado pelos frutos maduros como amora, ameixas e cassis. Muito encorpado e com grande estrutura, ele apresenta acidez equilibrada, taninos finos e maduros, tudo bem envolvido em seu corpo. A graduação alcoólica é de 20%.

©2019 by Gastronomia BSB. Proudly created with Wix.com